Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

‘Vainer Pepe’, um dos ‘chefões’ da facção criminosa FDN, é preso de novo pela polícia em Manaus

Vainer de Matos Magalhães, o “Pepe”, foi preso em cumprimento de mandado de prisão no bairro Betânia, na Zona Sul. Ele é considerado um dos membros mais fortes da facção Família do Norte (FDN). "PP" já havia sido preso em junho de 2013

Segundo a polícia, Vainer tinha a função de ‘gerente do tráfico’ do alto escalão da facção FDN

Segundo a polícia, Vainer tinha a função de ‘gerente do tráfico’ do alto escalão da facção FDN (Divulgação/SSP)

“traficante vaidoso” Vainer de Matos Magalhães, 30, conhecido como “Pepe” e um dos comandantes da facção criminosa Família do Norte (FDN), foi preso no início da tarde desta terça-feira (17), em Manaus. A Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) capturou “PP” durante cumprimento de mandado de prisão.

Vainer foi preso em um modelo Fiat na rua 5 de Setembro, bairro Betânia, Zona Sul da capital, e levado para o 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Segundo a polícia, Vainer tinha a função de ‘gerente do tráfico’ do alto escalão da facção FDN e está no mesmo nível hierárquico que o presidiário Alan Souza Castimário, o “Nanico”, considerado de alta periculosidade pela Justiça e que já cumpriu pena em presídio federal.

“Pepe” estava solto nas ruas desde o último dia 18 de agosto, após ganhar um alvará de soltura da desembargadora Encarnação Sampaio Salgado. Ele já havia sido preso no dia 19 de junho junto com mais 13 traficantes membros da FDN.

Na época em que foi preso, Vainer ficou conhecido como “traficante vaidoso” por ter acabado de por procedimentos de cirurgia plástica de rinoplastia, preenchimento de colágeno nos lábios e ginoplastia (diminuição de mamas no homem). No ato da prisão, “PP” ainda mantinha ataduras no rosto e na cintura do pós-operatório.

*Com informações da repórter Joana Queiroz