Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Vereador divulga nome de policiais que teriam facilitado fuga de PM em Manaus

Os soldados da 6ª Cicom Mauro Nascimento e Costa Aragão teriam ajudado o PM Vicente a fugir do 6º DIP. Vicente se envolveu em um acidente de trânsito e seria o responsável pela morte de uma pessoa

O caso foi registrado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus

Conforme a assessoria da Polícia Civil, não foi registrada nenhuma ocorrência no 6º DIP sobre o acidente de trânsito. (Winnetou Almeida)

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Professor Samuel (PPS) divulgou nesta segunda-feira (2) os nomes dos dois policiais suspeitos de facilitarem a fuga do soldado da Polícia Militar (PM) Vicente de Souza Melo. Vicente é apontado como responsável pela morte de Kelson Monteiro, 25, em um acidente de trânsito ocorrido no último sábado (30).

Segundo o vereador Samuel, os soldados da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) Mauro Nascimento e Costa Aragão ajudaram Vicente a fugir do 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Cidade Nova, para que ele não fosse preso em flagrante. Assim, o PM se apresentou à polícia só no outro dia, não foi preso em flagrante, e responderá pelo homicídio em liberdade. Conforme a Polícia Civil, não foi registrada nenhuma ocorrência no 6º DIP sobre esse acidente.

No acidente, Kelson e o colega João Malisson, 35, estavam sobre uma motocicleta a caminho do trabalho, por volta das 4h30, na avenida Noel Nutels, na Cidade Nova, Zona Norte, quando foram atingidos pelo carro do policial Vicente, aparentemente embriago, que saía de um posto de combustível pela contramão e teria também ultrapassado o canteiro central da via.

“Tivemos informações de testemunhas e do próprio colega do Kelson que esses policiais ajudaram o soldado Vicente a fugir. Até porque as evidências apontavam embriaguez do motorista. Um fato absurdo, senhores, que precisa ser investigado pela corporação. Por isso, fomos à Corregedoria fazer essa denúncia”, disse o vereador Samuel, que é tio da vítima.

Segundo o vereador Samuel, os PMs que atenderam a ocorrência chegaram a levar Vicente até a 6° Cicom, mas deram cobertura de fuga para ele. “Hoje, não estou aqui falando como um tio que perdeu de forma violenta um sobrinho, mas falando como um representante da população, que está indignado perante a proteção que estes policiais militares, que deveriam garantir a segurança do povo, deram a um assassino”, afirmou Samuel.

Samuel finalizou criticando, ainda, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que decidiu, recentemente, que o delito de homicídio praticado na direção de veículo automotor, quando o motorista está sob efeito de embriaguez alcoólica, não pode ser classificado como doloso (quando há a intenção de matar). A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas confirmou o recebimento do pedido de investigação protocolado pelo vereador Samuel.

*Com informações da assessoria de imprensa