Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Na Zona Leste, comerciante é suspeito de estuprar duas crianças e é preso pela polícia

Ao ser detido por crime contra menino de 12, pai de outra criança relatou que homem tentou aliciar filha de 6. Suspeito foi preso por estupro de vulnerável  

Casos foram registrados na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca)

Casos foram registrados na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) (Winnetou Almeida)

Um homem de 38 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (10) suspeito de ter aliciado duas crianças de 12 e 6 anos no comércio onde trabalhava, localizado na Rua das Goiabeiras, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste. O comerciante foi detido após os pais das crianças denunciarem o homem à polícia. O caso foi registrado na 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Segundo Rafael Alemandi, delegado adjunto da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o garoto teria ido comprar um refrigerante no estabelecimento quando o comerciante levou o adolescente à força para os fundos da loja. “Ele obrigou o menino a tirar a camisa e o beijou na boca. Em seguida, uma cliente os flagrou e ele alegou que tinha dado apenas um beijo no menino”, disse o delegado.

O garoto saiu do local e contou a história à mãe, Reginara Soares Tavares, 39. De acordo com ela, o homem já perseguia o garoto. “Há algum tempo ele (o menino) vinha recebendo presentes e eu estava desconfiada, pensei que ele pudesse estar roubando”, disse a mãe. Na ocasião, a mulher afirma que contou toda história ao marido que acionou a polícia.

Enquanto a ocorrência era conduzida pela polícia por volta de 9h, outro homem, Ruy Almeida de Lima Filho, 48, chegou ao local afirmando que o comerciante teria tentado tocar na filha de 6 anos. Segundo o homem, a criança teria chegado em casa chorando e contou  que ao passar pelo comércio, o comerciante tentou praticar o ato.

“Estava saindo de casa para receber o seguro desemprego quando ela chegou contando a história. É um absurdo porque esse homem faz parte de um grupo na igreja onde há muitas crianças que podem ser vítimas dele”, contou.

O homem foi preso e autuado em flagrante por estupro de vulnerável. A Depca deve dar continuidade às investigações. As crianças receberão acompanhamento psicológico e o homem será encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.  

*Com informações dos repórteres Jhonny Lima e Girlene Medeiros