Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Na Zona Norte, 'Pitbull' atira contra vizinho por causa de ciúmes da companheira

Este é o terceiro crime motivado por ciúmes que acontece no bairro Santa Etelvina em menos de uma semana, e o quinto caso na cidade em apenas um mês. A vítima segue internada e o suspeito, junto com um comparsa, foram presos

Francisco Ferreira de Souza, o "Pitbull" (de camisa), não aguentou as provocações do vizinho e tentou matá-lo usando a arma emprestada de Antoniel Cardoso da Silva (direita)

Francisco Ferreira de Souza, o "Pitbull" (de camisa), não aguentou as provocações do vizinho e tentou matá-lo usando a arma emprestada de Antoniel Cardoso da Silva (direita) (Erica Melo)

Antoniel Cardoso da Silva, 18, e Francisco Ferreira de Souza, 21, este último também conhecido como o “Pitbull”, foram presos na tarde da última quinta-feira (19) após atirarem contra o aposentado Lourival Ribeiro dos Santos, 63, por ciúmes da companheira de Francisco, que estaria sendo paquerada pelo vizinho.

O crime aconteceu na frente da casa da vítima, localizada na rua Pinhão (antiga rua Márcia Tavares), no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus. Lourival continua internado em estado estável no Hospital e Pronto-Socorro Dr. Platão Araújo.
De acordo com a mulher de “Pitbull”, a professora de mediação Érica Beatriz, também com 21 anos, a cerca de dois meses o vizinho vinha lhe paquerando, após saber do seu distanciamento do marido.

“Ele ficava dando em cima de mim depois que soube que o Francisco saiu de casa. O Lourival mandou mensagens SMS, o meu marido viu e emprestou a arma para se defender dele. Na quinta-feira pela manhã o vizinho bebeu muito, estava drogado e começou a ofender o Pitbull, chamando-o de corno e outros palavrões, aí ele se revoltou e resolveu matá-lo”, declarou.

Após atirar contra o aposentado com uma espingarda calibre 28, Francisco e o cunhado Antoniel voltaram para casa. Policiais militares da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) fizeram patrulhamento e os suspeitos foram identificados por populares como autores da tentativa de homicídio. Lourival foi socorrido por populares e levado ao HPS Dr. Platão Araújo, na Zona Leste, onde segue internado.

Ao ser abordado pelos policiais, “Pitbull” negou o crime. Ele estava com a filha de um ano no colo e ao retornar para casa da mulher, os policiais viram a arma de fogo usada no incidente. Ainda na residência, ele confessou ter participado da emboscada contra o vizinho.

Segundo o delegado Walter Cabral Filho, do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), "Pitbull" cometeu uma série de crimes na última semana. Primeiro ele agrediu a esposa no último domingo (15), motivado por ciúmes; furtou objetos pessoais do sítio de um tio; e atirou contra o vizinho após saber do flerte com Érica.

“Ele e Antoniel estão sendo autuados em flagrante por homicídio tentado. Infelizmente a companheira do 'Pitbull' não quis prestar queixa contra a agressão física que sofreu, para que o mesmo também respondesse por violência doméstica”, finalizou o delegado.

Crimes

De acordo com a polícia, Francisco já foi preso por tráfico de drogas e responde por dois latrocínios cometidos no ano passado. No dia 4 de outubro de 2012, ele responde pelo roubo seguido de morte contra o comerciante José Adail Chaves na avenida Coletora 2, Conjunto Cidadão 12, no bairro nova Cidade, Zona Norte de Manaus.

Ainda segundo os policiais, Érica Beatriz também foi autuada na ocasião por participação no crime. Ela era usada pelo marido como "isca"para atrair as vítimas antes de serem assaltados.

Terceiro crime motivado por ciúme em uma semana

Este é o terceiro caso em uma semana no bairro Santa Etelvina e o quinto em menos de um mês na cidade envolvendo crimes passionais motivados por ciúmes.

Na última quarta-feira (18), Gerlan Camilo da Silva, 24, atirou contra a sua companheira Elisangela Lopes Maciel, 33, e a enteada Tainara Maciel, 18, durante uma briga por ciúmes dentro do apartamento da família, localizado na rua Nossa Senhora de Fátima, Condomínio Bella Vista, no Santa Etelvina. As duas mulheres foram socorridas até o Hospital e Pronto Socorro Dr. Platão Araújo e Gerlan cometeu suicídio após o crime.

Na última segunda-feira (16), depois de flagrar uma conversa da companheira, Andreza Salgado de Andrade, 26, em um grupo do aplicativo de mensagens Whatsapp, o industriário e técnico de informática Alexandro Gomes Corrêa, 26 anos, a matou estrangulada por ciúmes e manteve o corpo escondido dentro da cama box do casal durante três dias.

O crime aconteceu dentro da residência da família, localizada na rua 9, quadra 36, do conjunto residencial Viver Melhor, no mesmo bairro, e chocou os vizinhos que conviviam com a vítima e o suspeito. Alexandro foi preso e disse que foi agredido pela companheira e por isso teria cometido o crime.