Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Na Zona Norte, 'Cachorro Louco' é preso após matar homem e afirma que vítima fazia ameaças

Suspeito confessou crime e foi preso com arma usada na execução. Homem será encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa

Homem foi preso nesta sexta-feira (6) e confessou crime que cometeu no dia 21 de maio deste ano

Homem foi preso nesta sexta-feira (6) e confessou crime que cometeu no dia 21 de maio deste ano (Divulgação)

Randemarks Moreira de Castro, 45, conhecido como ‘Cachorro Louco’, foi preso e apresentado na manhã desta sexta-feira (6) na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), pela morte de João Manoel Ramos Reis, ocorrida no dia 21 de maio deste ano. Ele foi preso na rua Francisca Mendes, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus.

“Cachorro Louco” trabalhava como segurança em um posto de combustível, e no momento da prisão estava com a arma do crime, um revólver calibre 32, cinco munições do mesmo calibre e uma carteira de estudante de uma faculdade particular da cidade.

Ele confessou o crime, e justificou dizendo que a vítima costumava fazer pequenos furtos no posto de combustível onde trabalhava e costumava fazer ameaças. Ainda segundo ‘Cachorro Louco’, na última vez que João Manuel Ramos Reis esteve no posto, tentou sair com uma lata de cerveja sem pagar.

“Tentei impedi-lo, mas ele fez menção de puxar uma arma para mim, eu saquei a minha, e ele colocou a boca no cano da arma e me desafiou a atirar. E como meu dedo estava no gatilho, acabei apertando”, disse.

Segundo o delegado titular da DEHS, Paulo Martins, as equipes de investigação tiveram o apoio dos gerentes do posto, e de uma testemunha que conseguiu identificar o suspeito pelo crime. “Felizmente temos conseguido solucionar entre um e dois casos por dia, e vamos continuar o trabalho para conseguir o desfecho para tantos outros”, informou.

No site de consultas do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Randemarks responde pelos crimes de roubo e porte de arma, cometidos em 2002 e 2010 respectivamente. O homem vai responder por homicídio e porte irregular de arma de fogo. Ele deve ser encaminhado na manhã deste sábado (7) à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.