Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Seis homens são presos suspeitos de homicídio de mototaxista no São José, Zona Leste

Eles foram encontrados com armas com numeração raspada em um carro que saiu do local do crime. Na delegacia, um deles assumiu a autoria do fato

Os suspeitos estavam num Ford Ka preto

Os suspeitos estavam num Ford Ka preto (Divulgação)

Na madrugada deste sábado (17), Diego Leonardo Lopes de Souza, 27, foi morto por vários suspeitos na rua Vicente Dutra (antiga Antônio Martins), bairro São José I, Zona Leste de Manaus. Segundo a polícia, a vítima era mototaxista e estava trabalhando no local por volta das 3h quando foi abordado por quatro carros cujos passageiros efetuaram diversos disparos de arma de fogo.

De acordo com as autoridades policiais, uma viatura da Batalhão de Operações de Choque da Polícia Militar passava pela rua Careiro, que fica nas proximidades. Os policiais, ao ouvirem os disparos, se dirigiram ao local do crime e perseguiram os suspeitos. Quando chegaram lá, viram um Ford Ka, de placas OAF-9313, fazendo uma curva, que populares disseram transportar os autores dos disparos.

Os policiais, então, seguiram o veículo e o abordaram na rua 5, São José II, onde pediram que todos os tripulantes saíssem do carro. Dele, saíram Carlos Eduardo Ferreira Silva, 18, Erick Batista Costa, 23, Eriton Costa Batista, 18, Gláucio Lopes da Cunha, 36, Harison Bruno Neves, 21, e Wilson Souza e Souza, 18.

Ainda segundo a polícia, ao revistarem o veículo, foram encontradas duas pistolas Taurus PT 840, com numeração raspada - uma com seis munições intactas e outra com sete -, uma pistola Taurus calibre 38 com duas munições intactas e três deflagradas, dois celulares, um da marca Samsung e outro da marca LG, e R$ 324 em espécie.

Questionados sobre a autoria do homicídio de Diego, eles informaram que Wilson, Gláucio e Erick tinham sido os responsáveis pelo crime. Os outros três carros que supostamente teriam envolvimento com o crime ainda não foram localizados.

Segundo moradores da área, a vítima era um dos pistoleiros a serviço de João Branco e era temido no São José. Ele tinha passagem pelo sistema prisional, tendo cumprido seis anos de reclusão no regime fechado pelo homicídio qualificado de Darlisson Pereira Campos em 09/07/2008. Ele cumpria regime semiaberto desde 07/02/2014.

Os suspeitos foram encaminhados ao 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde Wilson assumiu a autoria do crime. Todos foram autuados por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e formação de quadrilha e serão encaminhados à Cadeia Pública Antônio Vidal Pessoa ainda nesta tarde.

*com informações da repórter Perla Soares