Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Copa: Mais de 100 menores de idade foram flagrados bebendo ou perdidos em Manaus

Esses casos foram registrados durante a realização dos eventos da Copa do Mundo de 2014, em Manaus, enquanto os pais também consumiam bebida alcoólica

Cerca de 13 mil pessoas assistem ao jogo entre Brasil e México no Fifa Fan Fest

Com a Ponta Negra lotada nos dias de Fan Fest, o cuidado de pais e responsáveis por crianças e adolescentes deve ser redobrado (Evandro Seixas)

Desde o início das ações do Comitê Local Integrado Pró-Copa 2014, a área da saúde e a social foram as mais demandadas dos dias 12 a 23 deste mês. Dos 108 registros de ocorrências de atendimento de crianças e adolescentes feito pelo comitê, 11 estavam embriagadas ou utilizando drogas. De um total de 31 encontradas perdidas, a maioria estava acompanhada de pais que ingeriam bebidas alcoólicas. Na rede de atenção básica de saúde, foram atendidos 947 pessoas, das quais 65,58% de casos clínicos, sendo que a maioria casos de embriaguez e muitos casos de coma alcoólico entre adolescentes.

Esses casos foram registrados durante a realização dos eventos da Fifa Fan Fest, na Ponta Negra, Zona Oeste, Public Viewing, no Jorge Teixeira, Zona Leste e no Largo de São Sebastião, na Zona Centro-Sul, durante os jogos da Copa do Mundo de 2014, têm revelado um problema preocupante. O consumo excessivo de bebida alcoólica entre adolescentes e adultos acompanhados de crianças, algumas menores de um ano de idade.

Em entrevista coletiva que reuniu a secretária Goreth Garcia, da Semasdh, Graça Prola, da secretária executiva de Estado da Assistência Social (Seas), o coordenador do Conselho Tutelar da Zona Leste 2, Marcos Lima da Cunha e o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão, foi feito um alerta sobre esse problema. Homero chamou a atenção para o consumo excessivo de bebidas alcoólicas por adolescentes apontando os riscos de doenças hepáticas e a dependência. “Isso já é uma epidemia, um problema de saúde pública que precisa ser enfrentado”, afirmou ele, cobrando o cumprimento das leis destinadas a impedir a venda de bebidas aos menores de 18 anos.

PERDIDAS

Das crianças que foram encontradas perdidas, a maioria estava com pais consumindo bebidas alcoólicas. Outras ocorrências surpreenderam porque, segundo o conselheiro Marcos Lima, uma mãe levou uma criança de 29 dias de nascida para a festa e ainda ficou irritada ao ser advertida sobre os riscos daquela iniciativa diante da multidão que havia na avenida Itaúba. “Outras crianças de quatro, cinco meses de idade foram identificadas na avenida Itaúba, no Jorge Teixeira, Zona Leste, onde trabalhamos com cinco conselheiros dado o volume de casos de atendimento de crianças e adolescentes perdidos”, explicou. Esses casos são caracterizados como de negligência. Para o conselheiro, pais que bebem diante dos filhos são maus exemplos e é preciso evitar essas situações.

Vídeo incentiva denúncias

O fato de ter acontecido apenas um registro de exploração sexual de adolescente nesse período de eventos da Copa do Mundo preocupa os dirigentes dos órgãos municipais e estaduais. O motivo é que os casos podem estar acontecendo, mas não são levados ao conhecimento das autoridades por omissão de quem tem conhecimento do fato.

Para estimular as denúncias, o Comitê Local Pró-Copa 2014 elaborou um vídeo e material de publicidade orientando as pessoas a denunciarem casos suspeitos dessas situações. Com o slogan “Não desvie o olhar, faça sua parte, denuncie”, a Prefeitura de Manaus divulga os telefones Disque 100 ou o 0800-092 6644 para receber esse tipo de denúncia. Há também a opção do Aplicativo Proteja Brasil, para celulares nos sistemas Android ou IOS.