Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Famílias que perderam as casas em desabamento são beneficiadas pelo Governo do Amazonas

Moradores foram surpreendidos com o desabamento das casas, no beco Vitória, bairro Glória, Zona Oeste, que caíram no igarapé, e tiveram que deixar os imóveis

Uma das moradoras que perdeu a casa no desabamento, Rosimar Silva reuniu o que conseguiu salvar sobre a passarela

Uma das moradoras que perdeu a casa no desabamento, Rosimar Silva reuniu o que conseguiu salvar sobre a passarela (Luiz Vasconcelos)

As seis famílias que viviam nas casas que desabaram no beco Vitória, bairro Glória, Zona Oeste, por volta das 23h de quarta-feira, receberam, nesta quinta-feira (28) pela manhã, assistência emergencial e foram cadastradas pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) para receberem, ainda, aluguel social e benefícios como alimentos, fraldas e colchões.

Os moradores do beco contaram que tudo aconteceu muito rápido. Eles ouviram barulho, gritos e, quando correram para ver, as casas estavam afundando. “Estava assistindo televisão quando meus filhos correram, com medo. Pensei que minha casa estava desmoronando, porque o chão estava tremendo, mas era a da vizinha, coitada”, disse Lourdes Rabelo, que mora ao lado de uma das casas que afundou.

Moradores de três das seis residências de madeira, que foram parar dentro do igarapé da Glória, estavam em casa no momento do desabamento. Os outros três imóveis estavam vazios. Ninguém se feriu, mas todas as famílias perderam pertences, que caíram na água.

Limpeza

Ainda de madrugada, os moradores das casas afetadas começaram a retirar o que podia ser salvo. E o trabalho continuou pela manhã, quando eles transportaram os objetos para a casas de parentes e amigos, segundo Rosimar Oliveira da Silva, 44, uma das moradoras que teve a casa afetada. “Graças a Deus ninguém ficou ferido, agora é colocar o que dá para aproveitar em algum local e esperar ajuda”, disse.

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil foram acionadas no momento do desabamento, a área foi isolada e as famílias passaram a noite em casa de vizinhos.

A assessoria do Corpo de Bombeiros informou que a estrutura de um imóvel cedeu, levando a desabar as demais casas.

Ontem pela manhã, a Prefeitura de Manaus esteve no local, com agentes da Defesa Civil do Município e servidores da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh). As famílias fizeram cadastro, que será enviado à Semasdh e ao Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), do Governo do Estado.