Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homem é preso acusado de matar aposentado por R$ 100 a mando do filho traficante

Sheime Souza foi preso por policiais da DEHS suspeito de ter matado Jair Leocário 61, encomendado pelo filho dele, o traficante de drogas Rildo Silva do Nascimento

Sheime Souza ficou de receber R$ 300 para matar o pai do traficante Rildo Silva, mas levou apenas R$ 100

Sheime Souza ficou de receber R$ 300 para matar o pai do traficante Rildo Silva, mas levou apenas R$ 100 (Divulgação)

O presidiário Sheime Souza do Nascimento foi preso na manhã desta sexta-feira (04) por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Ele é acusado de ter assassinado a facadas e golpes de capacetes o aposentado Jair Leocádio Nascimento, 61, e ainda ter jogado o corpo no quintal da casa. Tudo por R$ 100, a mando do filho da vítima, o traficante de drogas Rildo Silva do Nascimento que também foi preso dentro da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), Zona Leste.

O delegado da DEHS, Paulo Martins, disse que a prisão de Sheime é o resultado de três meses de investigação e que a polícia teve dificuldade de encontrá-los porque os dois suspeitos estavam presos. O crime aconteceu em dezembro de 2013, no interior da casa da vítima localizada na esquina das ruas do Areal e Angélica, no bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus.

Testemunhas contaram à polícia que viram um homem vestido com uniforme de mototaxista em frente à casa da vítima e a suspeita é de que ele tenha sido o autor do crime. O delegado informou que a polícia chegou até Sheime por meio de uma denúncia anônima.

Jair morava só, e o filho teria facilitado o acesso do criminoso à casa. Rildo é usuário e traficante de drogas. Mandou matar o pai para vender um terreno que o pai tinha para ficar com o dinheiro e gastar com drogas. Ele prometeu dar R$ 300, para Sheime, mas acabou dando apenas R$ 100 pelo crime.

Na época, um outro filho de Jair, o confeiteiro Rocklane Silva Nascimento, 33, disse que não tinha nenhuma pista da autoria do crime do pai. Segundo ele, o aposentado não tinha inimigos. “Não sabemos quem pode ser esse rapaz que estava de mototaxista. Pode ser qualquer pessoa que usou uma camisa dessas. Até no camelô vende isso”, disse o confeiteiro.

O vizinho da vítima, o mecânico Fábio Silva, 33, informou que o aposentado tinha o hábito de andar nu dentro de casa e assim ele foi encontrado morto. Ele disse que Jair era querido na comunidade e lamentou a morte dele. Sheime foi preso no bairro Tancredo Neves e foi levado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) onde foi interrogado e confessou o crime.

Os policiais cumpriram o mandado de prisão preventiva em desfavor de Rildo no interior da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na Zona Leste, onde ele estava preso desde 23 de fevereiro deste ano. Ele se preparava para deixar a cadeia por meio de um mandado de prisão expedido pelo juiz da 3ª Vara Especializada em Combate ao Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute) Julião Sobral.