Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Manaustrans dá continuidade à ‘Operação Sucata’ em Manaus

Carros abandonados em vias públicas atrapalham o ir e vir do cidadão e ainda são focos de doenças como a dengue. Agentes do Instituto combatem o problema

Agentes do Manaustrans “limparam” nesta sexta-feira a avenida Tenente Roxana Bonessi, onde 29 veículos estavam abandonados na pista ou em cima de calçadas

Agentes do Manaustrans “limparam” nesta sexta-feira a avenida Tenente Roxana Bonessi, onde 29 veículos estavam abandonados na pista ou em cima de calçadas (Antonio Menezes)

Os carros velhos e abandonados por proprietários são focos de irritação para moradores de diversas zonas de Manaus. Eles reclamam que além de dividirem as calçadas com veículos, ainda têm de conviver com focos de dengue.

Na avenida Tenente Roxana Bonessi, antigo Igarapé do Passarinho, Zona Norte, eles reclamam que existem várias sucatas de carros que já ocasionaram diversos acidentes. “Esse carro atrapalha a visão dos outros veículos que passam, não dá pra ver direito quem vem fazendo a curva, ai é acidente na certa ”, disse a dona de casa Maria Vânia Pereira de Souza.

O carpinteiro José Benedito Bernardo Falcão, 55, disse que ligou várias vezes para os órgãos públicos informando que a calçada estava tomada por barro e mato e não havia passagem para os pedestres porque tinha um carro abandonado próximo a calçada. “Essa oficina traz carros para consertar e deixa ai, ninguém pode passar”, reclamou. Ainda segundo José, na mesma avenida tem uma oficina de motos que usa as calçadas para consertos e vendas, obrigando as pessoas caminharem na rua juntos com os veículos que passam por lá.

O comerciante Raimundo Costa de Ramos, 50, disse que os carros abandonados ficam com água acumulada e viram criadouros do mosquitos da dengue. “Sempre que posso vou dar uma olhada nesse carro que esta aí, e sempre que vejo larvas de mosquito eu limpo, mas está chovendo todos os dias e fica difícil, eu trabalho e quase não tenho tempo, meus filhos e eu já perdemos as contas de quantas vezes ficamos doente”, afirmou.

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) esteve nesta sexta-feira (11) na avenida, dando continuidade a “Operação Sucata” – que tem o objetivo de retirar carros abandonados em ruas ou calçadas e resultou em algumas remoções.

No total, vinte agentes de trânsito coordenaram a retirada dos veículos das ruas. De acordo com informações da assessoria do Manaustrans, os agentes passam pelos locais e fazem o mapeamento semanas antes da realização da operação. Antes da remoção, os proprietários são avisados para encontrar locais adequados para guardar as sucatas ou para realizar o conserto.

A equipe retorna ao local e caso não sejam retirados, os automóveis abandonados são encaminhados ao parqueamento da prefeitura, situado no Bairro da Paz, Zona Centro-Oeste. O Manaustrans explica que abandonar veículos nas ruas é infração grave, com multa de R$ 127,69 e o motorista ainda perde cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Para liberar os carros apreendidos, os proprietários devem dirigir-se ao setor de atendimento do órgão. Devem apresentar ainda os documentos, pagar despesas com a remoção e outras pendências como impostos não recolhidos, licenciamento e/ou multas.