Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Novos retornos sem baias são fechados pela Prefeitura

A medida, segundo o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito, é para evitar possíveis acidentes que possam acontecer nas vias

Funcionários da Seminf trabalham para fechar as baias identificadas pela Prefeitura como perigosas ao trânsito

Funcionários da Seminf trabalham para fechar as baias identificadas pela Prefeitura como perigosas ao trânsito (Erica Melo)

Prefeitura de Manaus nos principais corredores de tráfego. Apesar de ainda não ter data definida para os fechamentos, o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) faz os estudos das vias onde há necessidade da intervenção.

De acordo com o Manaustrans, os retornos sem baias serão fechados porque apresentam riscos de acidentes aos condutores. Estudos técnicos do setor de engenharia do instituto apontaram que a abertura no canteiro central não oferece espaço suficiente para que o veículo seja posicionado sem oferecer risco de colisão para quem segue atrás, até fazer a manobra e acessar a pista contrária.

Os primeiros seis retornos foram fechados na última semana na rodovia AM-450, conhecida como avenida do Turismo, no bairro Tarumã, Zona Oeste. Ontem, funcionários da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) trabalharam na união do canteiro central da avenida ao retorno. Como os espaços foram fechados provisoriamente com “tabajaras”, ou “dentes de dragão” como também são conhecidos, a fim de evitar a passagem de veículos, a Seminf providencia o fechamento definitivo com meio fio, barro e gramado para que seja feita a continuação do canteiro central.

Os únicos locais onde os condutores podem retornar para a faixa contrária após o fechamento dos retornos são: o trecho próximo ao aeroporto internacional Eduardo Gomes, em frente do cemitério do Tarumã, e no acesso à praia Dourada.

Após a primeira medida de fechamento dos retornos, os resultados obtidos de redução do risco de acidentes foram positivos, conforme avaliação do Manaustrans.

Na última sexta-feira, A CRITICA mostrou que próximo ao local da primeira intervenção, há pelos menos nove retornos na avenida Coronel Teixeira, com a mesma configuração dos que foram fechados. A maioria fica em frente a condomínios de luxo. A manutenção dos retornos abertos estaria beneficiando os moradores dos condomínios. “Se o fechamento é porque oferece risco, tem que fechar todos que são assim. Na avenida coronel Teixeira só os dois novos têm baia. Todos os outros ficam na frente de condomínios de luxo”, disse o motorista Ricardo Araújo, 32.