Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Prefeitura pretende retirar 1,3 mil camelôs das ruas do Centro de Manaus até a Copa do Mundo

Secretaria Municipal do Centro (Semc) estima transferir 1.322 bancas das ruas do Centro de Manaus para quatro galerias provisórias e uma definitiva

Em dezembro de 2011, governador disse que camelôs não poderiam ser retirados do local sem uma alternativa, que deveria ser encontrada pela prefeitura

Nesta semana a Semc irá definir de quais ruas serão retirados os camelôs (Winnetou Almeida - 16/12/2011)

Até o mês de junho, a Prefeitura de Manaus vai retirar 1.322 camelôs das ruas do Centro e transferí-los para quatro galerias provisórias e uma definitiva. Pelo menos é o que garante o secretário municipal do Centro, Glauco Luzeiro.

Desde o início da retirada dos camelôs das calçadas, nos dias 22 e 23 de fevereiro, 757 trabalhadores já saíram das ruas do Centro. “Nós temos três galerias provisórias: Floriano 1 (313 bancas), Miranda Leão (211 bancas) e Epaminondas (233 bancas). E teremos três galerias definitivas: Espírito Santo na rua 24 de Maio, Galeria dos Remédios na rua Miranda Leão; e Shopping popular T4 na zona Leste”, detalhou o secretário.

Segundo Glauco, nesta semana a secretaria irá definir de quais ruas serão retirados os camelôs que deverão ocupar a quarta galeria provisória, também localizada na avenida Floriano Peixoto. “Temos capacidade para alocar 241 ambulantes”, anunciou.

Algumas das ruas que poderão ser desocupadas são Henrique Martins, Barroso, 24 de Maio, Rui Barbosa. Os camelôs que hoje ocupam a avenida Epaminondas serão transferidos até o final de junho para a galeria definitiva Espírito Santo, localizada na esquina das ruas 24 de Maio e Joaquim Sarmento.

“Serão 324 camelôs ocupando a primeira galeria definitiva da cidade. Então, antes da Copa do Mundo ainda serão retirados 565 ambulantes, que irão ocupar a galeria Floriano 2 e a galeria Espírito Santo. Depois da Copa, entre os meses de julho e agosto, os camelôs que foram alocados na galeria provisória da Miranda Leão devem ir para a galeria dos Remédios, mais uma definitiva”, explicou.

Segundo o secretário, aproximadamente 900 camelôs devem permanecer nas ruas do Centro durante a Copa do Mundo. “Esse restante iremos retirar até o final de 2013”, disse.