Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Projeto guia motoristas para um trânsito mais seguro em Manaus

Prefeitura de Manaus realiza projeto que visa melhorar segurança no trânsito orientando condutores e empresas que operam veículos pesados

Devido aos graves acidentes das últimas semanas, o público-alvo do projeto foi ampliado para outras empresa interessadas

Devido aos graves acidentes das últimas semanas, o público-alvo do projeto foi ampliado para outras empresa interessadas (Divulgação: Semcom)

O projeto Condutor Consciente, realizado pela Prefeitura de Manaus para orientar motoristas que são servidores do próprio município sobre leis de trânsito, será aberto para empresas privadas que trabalham com veículos pesados.

O curso está sendo ministrado na Escola de Serviço Público Municipal (Espi), no Parque das Laranjeiras, na Zona Centro-Sul e formou a primeira turma ontem. Todos são motoristas da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). Eles foram os primeiros escolhidos porque atuam com veículos pesados, tais como, tratores e caminhões.

A meta é capacitar todos os motoristas da prefeitura até o final de maio. A capacitação era voltada inicialmente para motoristas profissionais que fazem parte do quadro da prefeitura, mas devido a necessidade de ampliar a atualização sobre leis de trânsito e comportamento seguro para condutores que atuam com veículos pesados, o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), decidiu estender a capacitação para empresas que queiram participar com seus funcionários.

Segundo o diretor presidente do Manaustrans, Paulo Henrique Martins, os servidores da prefeitura devem dar exemplo na condução de veículos, mas é necessário que os donos de empresas de transporte de carga se conscientizem para orientar seus condutores. “A lição começa a ser feita em casa, mas não basta só a gente fazer a nossa parte. As empresas precisam investir nos seus profissionais, saber se o motorista do ônibus, carreta ou caminhão está estressado, alcoolizado, se tem problema de uso de droga. A empresa precisa dar atenção e saber se o funcionário tem algum problema que o impeça de dirigir”, destacou.

Martins explicou que o curso estava planejado desde o ano passado apenas para servidores do Manaustrans, mas devido ao acidente entre um micro-ônibus e um caminhão que matou 15 pessoas no último mês, foi constatada a necessidade de envolver o máximo de condutores no projeto.

Domingos Rodrigues Barros, 41, é servidor da prefeitura há 16 anos e conta que é a primeira vez que o município promove uma reciclagem para os servidores. Atualmente ele transporta trabalhadores que consertam meio-fio, bueiros e asfalto na cidade e diz que é uma grande responsabilidade. “Transporto vidas e tenho obrigação de levar e trazer todos em segurança. A gente nunca sabe tudo e sempre está aprendendo no dia a dia. O trânsito não é fácil parece uma guerra e se todo motorista tivesse essa orientação, além daquela quando é necessário renovar a carteira, não haveria tantos acidentes”, disse.

José Ribamar Souza da Costa, 58, dirigiu caminhão e atualmente transporta servidores da Seminf em uma Kombi. “A iniciativa é muito boa porque em 13 anos que trabalho na prefeitura é a primeira vez que vejo essa preocupação”, disse.