Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Semed investe R$ 15,9 milhões em serviços educacionais

Valor será gasto neste ano pela Secretaria com serviços de Internet e fornecedores de material didático e de expediente

A Semed também publicou a renovação de contratos de aluguel de prédios utilizados como escolas, no valor de R$ 650,8 mil

A Semed também publicou a renovação de contratos de aluguel de prédios utilizados como escolas, no valor de R$ 650,8 mil (Clóvis Miranda )

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) publicou, no dia 20, os extratos de três contratos com empresas fornecedoras de serviços em Internet, material didático e de expediente que somam R$ 15,9 milhões. A informação está no Diário Oficial do Município de segunda-feira.

A Printisilva Gráfica, Editora, Indústria e Comércio de Embalagens é detentora de dois contratos que juntos chegam a R$ 8,4 milhões. O de valor mais elevado, R$ 5,6 milhões, é para fornecer material didático para escolas e unidades administrativas da Semed.

Segundo o DOM do dia 20, o contrato foi celebrado no dia 23 de dezembro de 2013. E o prazo de vigência dele é de 60 dias, a contar do recebimento da nota de empenho.

O pagamento pelos serviços foram empenhados no dia 20 de dezembro de 2013, dividido em quatro notas nos valores de R$ 1.993.614,00, R$ 2.374.814,40, R$ 1.200.382,40 e R$ 91.102,40.

Por R$ 2,8 milhões, a Semed contratou a Printisilva para fornecer material de expediente para escolas e unidades administrativas.

O segundo contrato com a Printisilva foi celebrado em dezembro de 2013. E tem prazo de dez dias, a contar do recebimento da nota de empenho. O pagamento foi efetuado em duas parcelas, no dia 16 de dezembro de 2013. A primeira no valor de R$ 1.698.480,00, e a outra de R$ 1.132.320,00.

Para prestar serviços de locação, instalação e manutenção de equipamentos, para rede de wirelless metropolitana e privativa de comunicação de dados, a empresa Stelmat Teleinformática cobrou e a Semed aceitou pagar R$ 7,4 milhões. O contrato tem prazo de vigência de um ano.

Ainda no exercício de 2013, a Semed pagou à Stelmat R$ 399,2 mil, dividido em três parcelas: R$ 39.921,02, R$ 79.842,03 e R$ 279.447,11. O saldo do contrato, R$ 7.023.779,23, será empenhado no exercício deste ano.

Os três contratos são assinados pelo secretário municipal de Educação, Humberto Michiles. Ele assumiu a pasta em dezembro de 2013, depois que o titular, deputado federal Pauderney Avelino (DEM), reassumiu o mandato para concorrer à reeleição.

O DOM do dia 20 também publicou a renovação de contratos da secretaria com proprietários de prédios onde funcionam escolas do município.

Secretaria renova aluguéis

O DOM trouxe na edição do dia 20 a publicação de três termos aditivos a contratos de aluguéis de imóveis onde funcionam escolas da Semed no valor de R$ 650,8 mil.

O aditivo mais alto, que é o 4º ao contrato, a Semed vai pagar R$ 336 mil a Nardier Macêdo de Araújo, representado pela mãe dele, Úrsula Rodrigues Macêdo. O novo contrato tem prazo de um ano.

Segundo a Semed, o prédio fica na avenida Margarita, nº 1757, no conjunto habitacional Nova Cidade, no bairro Nova Cidade, na zona Leste de Manaus. No local funciona a escola Dr. Félix Valois Coelho.

No dia 23 de dezembro de 2013, a Semed pagou R$ 3,7 mil do contrato. O saldo remanescente será pago neste ano. Os outros dois aditivos são no valor de R$ 50,8 mil e R$ 264 mil.