Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Às vésperas da Copa do Mundo, vagas em hotéis estão quase esgotadas em Manaus

A demanda por leitos nos hotéis em Manaus elevou para 95% o quadro de locações, o que representa 23 mil leitos distribuídos nos 109 hotéis localizados na região

Ocupação média nos hotéis no primeiro semestre foi de 52% das unidades

Segundo informações da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), mais de 80 mil turistas, devem passar pela capital amazonense durante os jogos do Mundial (Clovis Miranda)

A Copa do Mundo deu fôlego ao setor hoteleiro em Manaus. Restando apenas 11 dias para o início do evento na capital amazonense, 95% dos apartamentos estão com suas respectivas vagas reservadas, o que representa 23 mil leitos distribuídos nos 109 hotéis localizados na Região Metropolitana, hotéis de selva e barcos turísticos. Também estão inseridos nesse contexto, 17 hotéis ligados a empresa Match, agência oficial da Fifa que negocia a hospedagem de patrocinadores, das autoridades, dos voluntários e do staff da arbitragem.

Segundo informações da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), mais de 80 mil turistas, devem passar pela capital amazonense, durante os quatro jogos da primeira fase do mundial de futebol.

Alternativa

Com a alta demanda nas reservas de quartos no setor hoteleiro, outra opção que vem ganhando força é a “hospedagem alternativa”, com a locação de casas, apartamentos e quartos em residências.

Segundo o presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado do Amazonas (Sindimóveis), Almir Mendonça, os imóveis estão localizados em diversos bairros de Manaus e em diferentes municípios próximos à capital amazonense.

De acordo com a Amazonastur, 195 imóveis estão aptos para o aluguel. Destes, 20 foram negociados na última sexta-feira (30). Almir Mendonça destaca que os valores dependem muito das ofertas de serviços atreladas às diárias cuja média varia em torno de R$ 200 a R$ 250 por pessoa nos bairros localizados no entorno da Arena da Amazônia.

Mas, ainda há aqueles pacotes mais atrativos que partem dos imóveis localizados em área nobres da capital, como no Jardim das Américas, na Ponta Negra. Nesse local, Almir informou que a diária por pessoa chega a custar entre R$ 500 a R$ 600. “Os valores dependem muito dos serviços que podem ser inseridos como alimentação, city tur, aluguel de lancha, tradutor e outros”, explicou.

Almir disse que a procura pelo serviço de hospedagem na primeira quinzena de maio estava reprimida, mas nas últimas semanas o interesse vem crescendo. “Nossa meta é atingir até o início do evento, entre 50 a 80% de imóveis alugados”, completou. Para ajudar a elevar os aluguéis de imoveis para o período da Copa, a Improxy Brasil (empresa que desenvolve sistemas de software e internet para construtoras e imobiliárias), criou para o Sindimóveis Amazonas, o site para divulgar imóveis para aluguer para a Copa do Mundo, em Manaus.

O site (www.hospedagemcopamanaus.com.br) em inglês e espanhol, permite a qualquer visitante escolher um imóvel para aluguel por temporada.

ABIH: demanda estabilizada

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Amazonas (ABIH-AM), Roberto Bulbol, disse que a demanda pelos 54 hotéis associados à entidade foi estabilizada há duas semanas. “Tivemos uma boa elevação na procura pelos hotéis que hoje, está com 95% dos quartos alugados para o período da Copa”, destacou.

Segundo ele, o interesse dos turistas brasileiros por Manaus foi o maior entre todas as subsedes do Mundial, em razão do clássico europeu, Inglaterra e Itália, que jogam no dia 14 de junho e de Estados Unidos e Portugal, de Cristiano Ronaldo, que se enfrentam no dia 22. Para estes jogos, Roberto conta que os pacotes (transporte, hotel e jogo) estão quase que esgotados, restando apenas 10% de vagas.

A Arena recebe, ainda, Camarões e Croácia, dia 18 de junho e Honduras e Suíça, no dia 25, sendo que para estes jogos, a procura foi bem menor. Ainda há entre 20 a 22% de leitos disponíveis, média de 400 a 500 vagas.

Para o presidente da ABIH-AM, Manaus foi uma das cidades mais beneficiadas com a presença de fortes seleções. Ele destaca que a capital amazonense ainda dispõe da menor média de tarifa da diária por hóspede no País - R$ 376.