Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Veículos da Prefeitura de Manaus estão parados desde 2012 aguardando manutenção

A grande quantidade de carros, a grande maioria pertencentes à Secretaria Municipal de Saúde, estão abandonados em um terreno particular pegando sol e chuva

A maioria dos veículos pertencem a Secretaria Municipal de Saúde, que disse que os veículos serão reformados e leiloados

A maioria dos veículos pertencem a Secretaria Municipal de Saúde, que disse que os veículos serão reformados e leiloados (Márcio Silva)

Cerca de 30 carros da prefeitura de Manaus, a maior parte deles da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), estão parados desde 2012, em um depósito improvisado N um terreno particular, localizado na rua Arnaldo Carpinteiro Peres, em Petrópolis, na Zona Sul.

Os moradores da área não souberam explicar há quanto tempo perceberam que os veículos estão encostados no local, mas contaram que estão preocupados, principalmente, com focos e criadores do mosquito da dengue. “Desde que esses carros começaram a aparecer, a quantidade de mosquitos aumentou aqui em casa e isso me deixa preocupada”, afirmou uma dona de casa, que preferiu não se identificar, e que mora na rua Fragata, que dá de fundos com o depósito.

Outro morador, que também preferiu não ter o nome revelado, afirmou que já teve vontade de denunciar, mas ficou com medo. “Já tinha observado que esses carros estão parados há muito tempo, e que podem estar acumulando água e servir de criadouro da dengue. Mas como não sabemos quem cuida, acabei ficando calado”, disse ele.

A reportagem de A CRÍTICA esteve no terreno e constatou que parte da frota pertence a Semsa e a Guarda Metropolitana, mas há veículos sem identificação. Também verificou que os veículos estão expostos ao sol e a chuva há bastante tempo, pois alguns deles já apresentam ferrugem.

O responsável pelo depósito, identificado como Edcarlos Marques, afirmou que a cada 15 dias, agentes da Semsa fazem borrifação no local para evitar focos de mosquitos e que os veículos estão parados, pois estão sendo reformados por uma empresa terceirizada da prefeitura.

Procurados pela reportagem, a Semsa informou que de acordo com um levantamento parcial, foi verificado que os veículos estão em processo de reforma para serem leiloados futuramente, mas que não deveriam estar no terreno. Ainda nesta manhã, o secretário Homero de Miranda Leão vai visitar o depósito para averiguar as condições do local, onde esses carros estão guardados.