Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Novo acesso entre bairros das zonas Oeste e Centro-Oeste agrada moradores de Manaus

Via para ligar as avenidas do Futuro, no bairro Tarumã, à Cravina dos Poetas, entre os bairros Planalto e Redenção, ainda não foi inaugurada oficialmente mas já ganhou aprovação dos moradores

A via construída pelo poder público liga a avenida do Futuro à rua Cravina dos Poetas, na Zona Oeste, encurtando o trajeto de quem vai do Tarumã a Redenção

A via construída pelo poder público liga a avenida do Futuro à rua Cravina dos Poetas, na Zona Oeste, encurtando o trajeto de quem vai do Tarumã a Redenção (Márcio Silva)

Uma nova rua, aberta para ligar as avenidas do Futuro, no bairro Tarumã, na Zona Oeste, à Cravina dos Poetas, entre os bairros Planalto e Redenção, na Zona Centro-Oeste, ganhou a aprovação dos moradores da área. O acesso, segundo moradores, construído pela Prefeitura de Manaus dois meses antes da Copa do Mundo de Futebol, ainda não foi inaugurado oficialmente, apesar de concentrar grande movimentação de veículos todos os dias.

A via ainda não tem nome e foi aberta numa área particular conhecida como “antigo sítio da japonesa”, que foi cedido pela proprietária ao município, no limite com o terreno do Aeroporto Internacional de Manaus Eduardo Gomes.

Ao contrário de algumas áreas da cidade, o asfalto no novo acesso está em ótimo estado, além de contar com meio fio. Também foram feitos dois quebra-molas para reduzir a velocidade de veículos no trecho onde há uma descida em direção aos bairros Redenção e Planalto, no início da avenida Cravina dos Poetas.

A via passou a facilitar o deslocamento de moradores para outras áreas da cidade em função da redução do tempo de viagem, servindo de atalho. Antes, quem queria seguir das adjacências do bairro Redenção e Planalto para a Ponta Negra, por exemplo, tinha que pegar as avenidas Santos Dumont, Turismo ou Coronel Teixeira, ou ainda dar a volta pelas ruas do conjunto Versalhes. O mesmo acontecia no sentido contrário para acessar a avenida Torquato Tapajós. O trajeto se tornou menor, uma vez que, basta seguir da avenida Cravina dos Poetas no trecho que, na prática, funciona como um prolongamento da avenida do Futuro e acessar a avenida do Turismo ou seguir pelo bairro Redenção.

Transformação

A cobradora de ônibus Maria Anunciação Gonçalves, 52, mora há 33 aos no local e conta que a área sofreu uma transformação radical nos últimos meses, mas para melhor. Ela ganhou o terreno onde mora da proprietária do antigo sítio e conta que havia apenas um ramal de terra batida que servia para acessar a avenida do Turismo.

Desde a abertura do acesso para o bairro Redenção, Maria disse que o fluxo de veículos passou a ser intenso, principalmente nos horários de pico, mas disse que não se incomoda porque o acesso promoveu uma grande melhoria para quem mora na área. O meio-fio da via fica a poucos metros da entrada da casa de Maria.

“Esse acesso mudou muito tudo aqui. Não tinha ligação com a Redenção. Vivíamos em um interior dentro de Manaus, numa tranquilidade só, e com a nova rua saímos do isolamento. Antes só passava carro apenas na parte que existia perto da peixaria, de quem mora por aqui, e agora que o povo descobriu esse atalho é carro a todo o momento. Mas foi bom porque agora até viatura da polícia passa por aqui”, disse.