Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Zona Norte de Manaus ganha novo Pronto-socorro

A nova unidade de pronto atendimento oferecerá atendimentos de urgência e emergência nas especialidades de ortopedia, clínica médica, pediatria e cirurgia geral

A inauguração contou com o governador José Melo (segundo à direita) e políticos

A inauguração contou com o governador José Melo (segundo à direita) e políticos (Luiz Vasconcelos)

O Pronto-socorro da Zona Norte Delphina Rinaldi Abdel Aziz foi inaugurado nesta sexta-feira (27), com capacidade para realizar 1,4 mil atendimentos por dia em 51 leitos. Segundo o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, o pronto-socorro oferecerá atendimentos de urgência e emergência nas especialidades de ortopedia, clínica médica, pediatria e cirurgia geral.

A unidade conta com 40 leitos de observação (20 destinados a pacientes adultos e 20 de pediatria). Na chamada Área Vermelha, onde permanecem os pacientes de maior gravidade, outros 11 leitos estão dispostos.

O pronto-socorro foi entregue, mas as obras continuam. De acordo com Wilson Alecrim, o hospital deve ficar pronto em 11 meses e, quando estiver finalizado, terá 300 leitos, 40 deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O centro cirúrgico será composto por 11 salas e haverá um andar exclusivo para realização de exames.

Ainda de acordo com o secretário, o diferencial da unidade é o acolhimento dos usuários com avaliação de risco que segue as diretrizes do Ministério da Saúde. “Se um paciente chegar com uma dor no braço e, logo em seguida, chegar outro com dores no coração, o primeiro a ser atendido será o com dor no coração, pois o risco é maior”, explicou o secretário.

Alecrim lembrou que outro diferencial da unidade é a preocupação com os impactos ambientais, onde o uso de racional de energia e a reutilização da água da chuva são prioridades.

Para a moradora do bairro Santa Etelvina Maria Cristina de Araújo, 29, o novo pronto-socorro vai facilitar muito a vida da população da Zona Norte, pois a única alternativa era ir para o pronto-socorro João Lúcio, na Zona Leste. “Aqui o atendimento vai ser muito mais rápido porque não vamos precisar ir para longe de casa”, disse Maria Cristina.

Agilidade

O sistema de prontuário dos pacientes será eletrônico, o que vai permitir o acesso prático e mais rápido às informações pelos médicos, inclusive os resultados exames.

Para o governador José Melo, o pronto-socorro da Zona Norte vai ajudar a resolver um problema antigo de atendimento da população daquela região da cidade, que sempre precisa ir para outros bairros em busca de atendimento. “Vamos atender de forma digna os moradores da Zona Norte, mas também os pacientes que vierem do interior do Estado, desafogando o atendimentos em outros hospitais”, disse.