Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Três novos hospitais públicos devem ser entregues em Manaus

A Susam junto a Prefeitura de Manaus entregarão a reforma do Hospital Geraldo da Rocha, Zona Leste, a construção da UBS Viver Melhor e o Hospital de Envira

Hospital da Zona Norte, que teve o pronto socorro entregue, está em obras

Hospital da Zona Norte, que teve o pronto socorro entregue, está em obras (Divulgação)

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) se prepara para entregar mais três obras que fazem parte do programa de expansão da rede pública de saúde. Serão concluídos, ainda neste segundo semestre, a reforma do Hospital Geraldo da Rocha, na Zona Leste, e a construção da Unidade Básica de Saúde (UBS) Viver Melhor, no conjunto de mesmo nome e que será administrada pela Prefeitura de Manaus. A Susam também irá inaugurar o Hospital de Envira.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, foram 15 obras na capital e 14 no interior. Das 14 obras entregues no interior, 12 são novos hospitais que estão em funcionamento em Maués, Barreirinha, Tapauá, Santa Izabel do Rio Negro, Borba, Silves, Tabatinga (UPA e Maternidade), São Paulo de Olivença, Humaitá, Japurá e Pauini. Foram reformados os hospitais de Benjamin Constant e de Atalaia do Norte.

Na capital, o Governo entregou obras como o Instituto da Mulher Dona Lindu, a nova Maternidade Balbina Mestrinho, a área de expansão do Hospital Francisca Mendes, que ganhou equipamentos de ponta para ampliar sua capacidade de atendimento, bem como a implantação de novos serviços como o Centro de Reabilitação de Dependentes Químicos – o primeiro da rede pública de saúde no Estado.

O Hospital Geraldo da Rocha, que está sendo concluído, é especializado no atendimento a pessoas acometidas pela hanseníase. A unidade, na Colônia Antônio Aleixo, passa por readaptação em suas enfermarias e no centro cirúrgico. Ao invés de 16 leitos e banheiros conjuntos no corredor, cada enfermaria passará a ter apenas quatro leitos com banheiros internos, conforme norma da Organização Mundial de Saúde (OMS). A obra está orçada em R$ 2,7 milhões.

Dentre as obras em andamento, estão o Hospital do Sangue, na Fundação de Hemoterapia e Hematologia do Amazonas (Hemoam); a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Nova; o Centro de Reabilitação para Pessoas com Deficiência; e o Hospital da Zona Norte, que representará a ampliação de 300 leitos de internação e cuja área de pronto socorro foi inaugurada em junho.