Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Obras do Corredor Ecológico do Mindu precisará de R$ 17 milhões

Estado ajudará com R$ 10 mi, mas Prefeitura de Manaus precisa de mais R$ 17 mi para continuação da obra. Ainda não há informação de como o município obterá a quantia

Impasse para a conclusão das obras do Corredor Ecológico do Mindu envolve três esferas de governo

Impasse para a conclusão das obras do Corredor Ecológico do Mindu envolve três esferas de governo (Clóvis Miranda)

A Prefeitura de Manaus precisará de mais R$ 17 milhões para concluir a desapropriação de 1,2 mil imóveis e concluir o Corredor Ecológico do Mindu, que liga o conjunto Colina do Aleixo à avenida Governador José Lindoso (avenida das Torres). Em abril do ano passado, o prefeito Artur Neto afirmou que seriam necessários mais R$ 27 milhões para continuar a avenida que recebeu o nome do empresário Nathan Xavier de Albuquerque.

O governador José Melo disse que vai repassar ao município uma ajuda no valor de R$ 110 milhões. Deste total, R$ 100 milhões são para obras de tapa-buracos nas ruas da capital e R$ 10 milhões para a desapropriação de casas no Corredor Ecológico do Mindu. Ainda não há informação de como o município obterá os R$ 17 milhões restantes, mas no ano passado Artur Neto disse que pediria ajuda ao ex-governador Omar Aziz e caso o pedido fosse negado recorreria a um empréstimo de curto prazo.

“Temos um gargalo que são R$ 27 milhões para desapropriações que nós podemos fazer ou em parceria com o governo do Estado, após conversar com o governador, vendo a disponibilidade dele, ou até mesmo fazendo empréstimo de curto prazo para tocar esta obra e completarmos este trecho que é enorme até o final do ano”, disse o prefeito na ocasião.

Repasse

O repasse será o primeiro do atual governador à prefeitura evidenciando a parceria dos dois gestores para a próxima eleição. Melo deve anunciar oficialmente o repasse e o pacote de obras na próxima segunda-feira. Ele quer fazer a apresentação com a presença de Artur. A Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) informou ontem que o prefeito chega a Manaus no próximo domingo. Segundo a pasta, o repasse ainda não foi feito e só deve ser consolidado pelo anuncio dos gestores.

A prefeitura quer entregar o corredor viário em duas etapas. A última até dezembro deste ano. As informações dos bairros que receberão as obras nas quais será aplicado o dinheiro do Estado, bem como o detalhamento do pacote de intervenção urbana serão divulgadas somente após o anúncio da ação conjunta.