Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Tudo pronto para propaganda eleitoral gratuita

Horário eleitoral no rádio e na TV para candidatos nas Eleições 2010 será disponibilizado a partir desta terça-feira (17)

Começa nesta terça-feira (17) a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.  Nas terças-feiras, quintas e sábados serão veiculados programas dos candidatos a presidente e a deputado federal. E nas segundas, quartas e sextas-feiras, será a vez dos candidatos a governador, senador e deputado estadual.

Serão dois blocos de 50 minutos, de segunda a sábado (às 6h e 11h no rádio e às 12h e 19h30 na televisão – horário de Manaus). Em Manaus, a propaganda começa com os candidatos a deputado federal do PSol.

Entre os três principais candidatos à Presidência, a candidata Dilma Rousseff (PT) é a que tem maior tempo de exposição nos programas, com dez minutos e 38 segundos. José Serra, do PSDB, terá sete minutos e 18 segundos para expor suas propostas e Marina Silva, do Partido Verde, um minuto e 23 segundos.

Entre os candidatos ao governo do Amazonas, quem tem mais tempo, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), é Omar Aziz, do PMN. Todos os candidatos dispõem de um minuto de tempo proporcional. Soma-se a ele o tempo proporcional, que depende das alianças formadas.

A coligação “Avança Amazonas”, da qual Omar é o candidato majoritário ao Executivo, terá seis minutos e 49 segundos para propaganda ao governo - tanto no rádio, quanto na televisão. Alfredo Nascimento, do PR, terá com a coligação “Amazonas melhor para todos”, quatro minutos e 44 segundos de horário eleitoral. Hissa Abrahão (PPS) terá três minutos e 22 segundos, com a coligação “O Amazonas de todos nós”.  Luiz Carlos Sena (PSol) terá um minuto e quatro segundos. E os candidatos Luiz Navarro (PCB) e Herbert Amazonas (PSTU) terão apenas o tempo proporcional, um minuto cada um.

Propostas
"Esse será o período de consolidação do voto. O horário eleitoral gratuito é a maior fonte de informação do eleitor e tem mais efeito sobre pessoas que não tem firmeza dos seus votos", avalia o cientista político da Universidade de Brasília (UnB) Leonardo Barreto.

Para ele, a primeira semana de exposição na TV e as pesquisas eleitorais com o resultado da estratégia adotada pelos marqueteiros das respectivas campanhas vão definir a tendência de cada candidato. "Se os resultados atuais se mantiverem como estão aí, não tem outra alternativa para quem está atrás (a não ser o ataque)", acrescentou.

Além dos programas em bloco, serão veiculadas inserções de até 60 segundos que totalizarão 30 minutos diários - seis para cada cargo. Essas inserções serão veiculadas de segunda a domingo.

Clique no ícone abaixo para ver como está a divisão do tempo de TV e Rádio até 31/10



* Com informações da Agência Brasil