Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Três suspeitos são presos com um quilo e meio de drogas no bairro São José 1, Zona Leste de Manaus

A operação foi realizada conjuntamente pela Seccional Leste e pelo 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para cumprir um mandado de busca e apreensão no mercadinho de propriedade de um dos suspeitos

Suspeitos foram presos na noite desta terça-feira (22)

Suspeitos foram presos na noite desta terça-feira (22) (Divulgação)

Adair da Silva Fernandes, mais conhecido como “Vizinho”, foi preso junto com Paulo Ricardo de Souza, 21 anos, e Ilsomar Ataíde de Lira, 37, em um mercadinho no bairro São José I, Zona Leste de Manaus, com um quilo e meio de droga, na noite desta terça-feira (22), após cumprimento de mandado de busca e apreensão.

A operação foi realizada em conunto pela Seccional Leste e pelo 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), para cumprir um mandado de busca e apreensão no mercadinho, que pertence a Adair. O estabelecimento, que seria usado como ponto de tráfico de entorpecentes, era alvo de denúncias por parte dos moradores da área.

Pela noite, os policiais se dirigiram até a rua Varre Vento, no bairro São José I, onde o comércio está localizada, e abordaram os suspeitos, que estavam todos no local. Adair inicialmente negou possuir qualquer tipo de droga, mas quando a polícia achou uma pequena quantidade, ele alegou tê-la para consumo próprio.

Os policiais continuaram a busca e eventualmente acharam quantidades de oxi e de pasta-base de cocaína que, juntas, somam 1,5 quilo, o que fez com que Adair e Paulo fossem encaminhados ao 9º DIP para serem ouvidos.

Ainda que a polícia não tenha comprovado a participação de Ilsomar na venda de entorpecentes no mercadinho, ele também foi preso por conta de um mandado de prisão emitido em seu nome em 2013, também devido a envolvimento com o tráfico de drogas.

*com informações da repórter Girlene Medeiros