Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Acrítica.com

Multimídia

Quinze pessoas são detidas após bando tentar invadir delegacia em Iranduba

Dos quinze suspeitos, seis foram presos e dois adolescente apreendidos portando drogas. A polícia investiga o envolvimento deles na tentativa de invasão

Polícia prende suspeitos e investiga participação em tentativa de invasão na delegacia de Iranduba

Polícia prende suspeitos e investiga participação em tentativa de invasão na delegacia de Iranduba (Divulgação /PC)

Quinze pessoas foram detidas e ouvidas pela polícia até a manhã deste sábado (12)  sobre a tentativa de invasão ao 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada no município de Iranduba (distante 27 km em linha reta de Manaus) na sexta-feira (11). Dos 15, seis pessoas foram presas e dois adolescentes apreendidos por participação na quadrilha comandada pelo traficante conhecido como “Sandro”, que é apontado como o mandante da ação criminosa.

Na ocasião, um bando com dez à 15 pessoas com os rostos cobertos tentou invadir a delegacia, que funciona como unidade prisional do município, mas foram interceptados pelos investigadores após uma troca de tiros. Depois de ouvir os detidos, a polícia constatou que o objetivo do grupo de “Sandro” era resgatar o detento Bruno Oliveira da Silva, 22, e matar Carlos Augusto dos Santos Amorim, 24, conhecido como “Calabresa”.

Após a ação, os policias encontraram nas proximidades da unidade duas escopetas, sendo uma de calibre 12 e a outra de calibre 16, além de projéteis intactos e deflagrados. O Departamento de Polícia do Interior (DPI) da Polícia Civil enviou reforços para o município e as equipes iniciaram as diligências para tentar prender todos os integrantes do grupo logo depois da tentativa ousada.  

A assessoria de imprensa do órgão informou que os suspeitos são apontados como integrantes da quadrilha de “Sandro”, que é suspeito de ser traficante da região, e foram presos com entorpecentes durante a ação policial. O envolvimento deles na tentativa de invasão ainda está sendo investigada.


Durante as averiguações, os policias foram à casa de “Sandro”, localizada na rua Aripuanã, no bairro Alto. Porém, quando a polícia chegou ao local, ele já havia fugido. Lá, os policiais prenderam Franciele Silva e Silva, 22, companheira de “Sandro” e gerente do tráfico de drogas comandado pelo marido, e apreendeu o irmão dela, um adolescente de 17 anos.

Ainda foram encontradas uma pistola PT 840 de uso exclusivo da polícia militar, uma porção grande e uma pequena de substância entorpecente com aparência de oxi em pedra, além de material para refino da droga. 

Zandon Lima da Silva, de 18, e outro adolescente de 17 anos foram detidos em via pública com três porções de substância entorpecente com aspecto de pasta base de cocaína. Zandon e Franciele foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. Os adolescentes foram encaminhados ao Promotor da Vara da Infância e Juventude do município de Iranduba.

De acordo com a Polícia Civil, um pedido de tranferência de pelo menso 20 preso já foi solicitado ao Fórum da comarca do município de Iranduba e aguardam a deliberação do juiz. Integrantes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (FERA) foram acionados para irem ao local e encontraram oito celulares durante uma revista realizada nas celas da unidade policial. O Instituto de Criminalística da Polícia Civil (IC) foi mobilizado e esteve na delegacia onde foi realizada a perícia técnica.