Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Ações de prevenção ao câncer devem atingir mais de 200 mil pessoas no AM

Iniciativas para este ano devem contemplar a capital e o interior do estado. Dentro da programação, estão previstas atuações em várias datas comemorativas, entre elas o evento mundial Outubro Rosa

O 'Outubro Rosa' conta com apoio de prefeituras de todo o AM e deve atrair um público significativo

O 'Outubro Rosa' conta com apoio de prefeituras de todo o AM e deve atrair um público significativo (Alexandre Fonseca/AC)

A programação voltada à conscientização e prevenção do câncer, a ser desenvolvida pela Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), este ano, deve atingir diretamente, pelo menos, 200 mil pessoas no Estado, com ações voltadas para a capital e o interior, conforme dados do Departamento de Prevenção e Controle do Câncer (DPCC) da instituição. “Contudo, este número pode ser bem maior se as ações contarem com o engajamento e o apoio da sociedade”, informou o diretor-presidente da instituição, Edson de Oliveira Andrade.

De acordo com a chefe do DPCC e coordenadora de atenção oncológica do Estado, enfermeira Marília Muniz, a ideia é fortalecer as campanhas educativas, chamando cada vez mais a atenção da população para a importância da adoção de hábitos saudáveis que reforcem a prevenção ao câncer.

“Pretendemos alertar a população sobre os fatores externos de risco do câncer, principalmente, no que diz respeito ao tabagismo, ao HPV (Papilloma Vírus) – principal responsável pela ocorrência de neoplasias malignas no colo uterino no mundo –, entre outros, reduzindo assim a mortalidade e incidência da doença no Amazonas. Para tanto, apostaremos na ampliação das campanhas educativas”, destacou.

Entre as ações programadas para 2014, está a alusiva ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março em todo o País, e cuja a agenda de atividades já está sendo elaborada. Estão confirmadas ações em frente ao Mercado Municipal Adolpho Lisboa (Centro de Manaus), no horário da manhã, com distribuição de flores naturais e kits educativos com informações sobre os principais tipos de câncer incidentes no Amazonas; e na sexta-feira que antecede a data, haverá visita aos leitos da FCecon por uma equipe de profissionais do DPCC, no intuito de promover a sensibilização de pacientes em tratamento na unidade hospitalar e acompanhantes.

Ainda na sexta-feira, em frente à sede da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), uma ação em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), levará uma carreta da mulher ao local – avenida André Araújo, Aleixo -, para a realização de exames de mamografia e coleta de preventivo em mulheres que passarem pelo local. Outras atividades devem ser confirmadas na semana do evento.

Programação anual

No cronograma de ações de prevenção definido para este ano pela FCecon, constam, ainda, a realização de cerca de 120 palestras – incluindo as realizadas nas escolas municipais e empresas do Distrito Industrial -, a participação em pelo menos 12 feiras institucionais para a orientação da população sobre a doença e seus fatores de risco, campanhas com abordagem corpo a corpo em datas comemorativas, como no Dia Mundial da Saúde, 7 de abril; Dia Mundial de Combate ao Câncer, 8 de abril; Dia Mundial sem Tabaco, 31 de maio; no Dia Mundial de Combate ao Fumo, lembrado em 29 de agosto, e o Dia Mundial de Combate ao Câncer, 27 de novembro, entre outras datas pontuais.

“A previsão é que, pelo menos, 40 mil kits educativos cheguem às mãos da população, alertando sobre a importância da atenção à saúde e da realização de exames periódicos que podem evitar o surgimento das neoplasias malignas ou resultar na detecção precoce dessas doenças, o que aumenta as chances de sucesso no tratamento”, explicou o pneumologista Edson Andrade, diretor-presidente da FCecon.

Além disso, eventos de maior porte, a exemplo do movimento mundial Outubro Rosa, que inicia em 1 de outubro e é coordenado, no Amazonas, pela Fundação, a partir do Departamento de Prevenção, também devem atrair um público significativo, já que conta com o apoio e participação das prefeituras do interior e, na capital, de dezenas de entidades e instituições, bem como da Prefeitura de Manaus e de Organizações não Governamentais que apóiam a causa câncer no Amazonas.

Paralelo às ações, haverá, ainda, o acompanhamento e rastreamento de diagnósticos a partir de programas como o Siscolo (Sistema de Informação do Câncer de Colo de Útero) e o Siemama (Sistema de Informação do Câncer de Mama), que a partir de março deste ano, terão as informações unificadas a partir do Siscam (Sistema de Informação em Câncer). Outra medida que contribuirá para isto será a chegada dos novos mamógrafos nos municípios do interior, que facilitarão o acesso de mulheres com mais de 40 anos ao exame de mamografia.

*Com informações da FCecon