Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Aliança com o PSDB é sonho de consumo de José Melo

Liderança tucana no AM, o prefeito de Manaus, Artur Neto, diz que se posicionará sobre o apoio do PSDB nas eleições para o Governo somente no fim de junho

Em meio às articulações, Melo fechou parceria com Artur que garante à prefeitura um aporte de R$ 100 milhões

Em meio às articulações, Melo fechou parceria com Artur que garante à prefeitura um aporte de R$ 100 milhões (Euzivaldo Queiroz)

O prefeito de Manaus, Artur Virgílio Neto, faz mistério sobre o apoio do PSDB nas eleições para Governo do Estado. Mesmo depois de ter recebido um aporte de R$ 100 milhões do governo de José Melo, o tucano disse que essa parceria é institucional e não reflete apoio incondicional à reeleição do governador. Com 1 minuto e 51 segundos de tempo no rádio e TV, o PSDB é cobiçado também pela deputada federal Rebecca Garcia (PP) que mantém firme o desejo de ser candidata à governadora do Amazonas.

O PP conta com 1 minuto e 33 segundos de tempo de propaganda. Uma fonte ligada ao tucanato amazonense informa que a tendência é Artur Neto e o PSDB marcharem ao lado de Rebecca no primeiro turno. Caso a deputada não passe para a segunda etapa, se houver, o prefeito e seu grupo apoiariam Melo no segundo turno das eleições.

O sonho de consumo do governador é ter Artur/PSDB e Rebecca/PP, como candidata a vice, já no primeiro turno, o que elevaria a coligação dele para 12 partidos (igual a Eduardo Braga) e o tempo de propaganda no rádio e na TV subiria para 7 minutos e 32 segundos.

Na televisão, os partidos poderão mostrar seus programas de Governo das 13h às 13h25 e das 20h30 às 20h55. Já no rádio, a apresentação será transmitida das 7h às 7h25 e das 12h às 12h25. A publicidade oficial dos candidatos ao Governo será exibida às segundas, quartas e sextas-feiras.

José Melo disse que não se preocupa com o desempenho ruim apresentado por ele nas pesquisas mais recentes. Segundo o governador, “pesquisa é momento”.

“A pesquisa é um momento, uma radiografia. Você faz esse raio X hoje, mas daqui a dois meses, com nova radiografia, vamos saber se o tumor regrediu ou aumentou. Isso é um momento que estamos vivendo hoje, as coisas ainda não começaram. Para mim, isso não tem grande importância porque pesquisa é um indicativo, funciona como um alerta. O que vai valer mesmo é lá na frente. Porque treino é treino, jogo é jogo”, afirmou José Melo.

A Lei 9.504/97 determina que a distribuição dos horários reservados à propaganda eleitoral deve ser de um terço do tempo igual para todos e dois terços, proporcionalmente ao número de representantes na Câmara dos Deputados. No caso das coligações, o resultado da soma do número de representante de todos os partidos políticos que a integram.