Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Internautas comentam matéria sobre sinalização e faixas de pedestre

A organização do trânsito em Manaus no que compete a sinalização, instalação de faixa de pedestres e conservação das mesmas são alvo de críticas por parte de internautas do Portal A CRÍTICA

Na avenida Noel Nutels, na Cidade Nova, faixa de pedestre foi pintada no meio de uma ladeira. Motoristas precisam pisar firme no freio para parar e pedestres apressar o passo para atravessar a via

Na avenida Noel Nutels, na Cidade Nova, faixa de pedestre foi pintada no meio de uma ladeira. Motoristas precisam pisar firme no freio para parar e pedestres apressar o passo para atravessar a via (Euzivaldo Queiroz)

Os internautas leitores do Portal A CRÍTICA reagiram com mais denuncias, preocupação, ironia e até humor em relação à matéria que informou sobre a situação de algumas faixas de pedestres espalhadas pela cidade de Manaus, que mais atrapalham do que ajudam tanto quem anda a pé como os condutores de veículos.

Publicada no Jornal A Crítica desta segunda-feira (28) a matéria escrita pela jornalista Juliana Geraldo rapidamente chamou a atenção por expor a existência de sinalização de trânsito em locais inusitados da cidade de Manaus e faixas de pedestre em curvas, e até mesmo em uma ladeira.

“E deveria ter placa antes das faixas para alertar os condutores. Pq [SIC] quando a gente vê já está em cima e muitas vezes já estão apagadas e dificulta frenagem”, disse Mayara Silva.

Mais denuncias e humor

“Na Torquato, depois da entrada do Novo Israel, é brincadeira aquilo. Essa engenharia de trânsito só tem brincantes, a cada minuto aquilo em hora de pico para umas três vezes. Cadê o sinal inteligente em uma hora dessas”, lamentou Gabriel Muniz. “Aquela no final da Kako Caminho, quase no início da ponte é roleta russa!”, informou Assis Rocha.

Nem mesmo o argumento usado por Domingos Sampaio, diretor de engenharia da Manaustrans, foi capaz de convencer os leitores, que deixam clara sua desconfiança quanto ao órgão. “Já tem supletivo pra engenharia urbana?”, escreveu um mordaz Rafael Normando.

“Quem não sabe da falta de competência dos chefes da manaustrans. Só estão lar [SIC] por indicação. Competência zero. E não é só faixa não são placas, semáforos, sentindo de ruas, paradas de ônibus e muito mais”, comentou o internauta Renan Nobre.

“Não [SIC] foram pensadas por engenheiros... so pode ser .... aquela sinalizaçao de quem sai do viaduto Gilberto Mestrinho e entra na André Araújo ... um crime , pois a preferência deve ser sempre de quem sai do desnível”, finalizou Patrícia Pereira.