Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Amazonas recebe mais 38 profissionais do Programa Mais Médicos

Mais 14 municípios do interior do Estado serão beneficiados com a chegada desse novo grupo de médicos, a maioria estrangeiros

Ministério da Saúde lança quarto edital do Programa Mais Médicos

Ministério da Saúde lança quarto edital do Programa Mais Médicos (Euzivaldo Queiroz)

Nesta quinta-feira (6), 38 profissionais do Programa Mais Médicos, do Governo Federal, chegam ao Amazonas para reforçar o atendimento em unidades de saúde da Atenção Básica. De acordo com o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, além da capital outros 14 municípios do interior do Estado serão beneficiados com a chegada desse novo grupo de médicos. A previsão é que eles cheguem às 13h, no aeroporto de Ponta Pelada, localizado na zona Sul da cidade, em voo da Força Aérea Brasileira (FAB).  

Na próxima semana, antes de assumirem suas funções nas unidades de saúde, os 38 profissionais irão participar do curso de nivelamento com ênfase nas doenças típicas da região amazônica. O curso é promovido pela Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) e Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), vinculadas à Secretaria de Estado da Saúde (Susam). “Oferecemos este curso sempre que o grupo enviado pelo Governo Federal é formado por médicos estrangeiros ou mesmo brasileiros com formação no exterior”, destaca Alecrim. 

De acordo com o secretário, a lista de municípios que serão contemplados com médicos do grupo que chega nesta quinta-feira inclui, além de Manaus, as cidades de Benjamin Constant, Boa Vista do Ramos, Canutama, Carauari, Codajás, Eirunepé, Envira, Iranduba, Japurá, Maués, São Paulo de Olivença, Tabatinga, Tapauá e Urucurituba.

No ano passado, o Amazonas recebeu 285 profissionais do Mais Médicos, que passaram a atuar na capital e nos 61 municípios do interior do Estado, incluindo os Distritos de Saúde Indígena. Neste ano, o Estado já recebeu 21 profissionais, entre brasileiros e profissionais com formação no exterior, a maioria cubanos.

*Com informações da assessoria