Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Bando armado com fuzis leva R$ 400 mil de agência bancária em Apuí (AM), fazendo clientes e funcionários de reféns

Depois de subtraírem a quantia, eles forçaram mais de 20 pessoas a saírem do local e irem para a rua, para que eles servissem de barreira humana para o caso da polícia atirar contra eles

Bandidos incendiaram um carro usado na fuga

Bandidos incendiaram um carro usado na fuga (Divulgação)

Nesta segunda-feira (1º ), uma quadrilha de oito homens armados com fuzis assaltaram uma agência do banco Bradesco localizada em Apuí, município a 408 quilômetros de Manaus, levando quantia estimada pela polícia em cerca de R$ 400 mil, fazendo de reféns clientes e funcionários da agência. Na hora da fuga, eles ainda tentaram queimar uma ponte de madeira que dá acesso à cidade.

As informações policiais dão conta que, por volta das 10h, os oito suspeitos entraram na agência atirando, de forma a intimidar clientes e funcionários. Depois de subtraírem a quantia, eles forçaram mais de 20 pessoas a saírem do local e irem para a rua, para que eles servissem de barreira humana para o caso da polícia atirar contra eles.

Os suspeitos fugiram, então, em uma S-10 de cor branca e placa do Estado do Mato Grosso, levando os reféns na carroceria em direção a cidade de Humaitá, (a 590 quilômetros da capital). Para auxiliar sua fuga, quando chegaram à ponte do rio Juma, eles pararam, tiraram os reféns da carroceria da picape, liberaram a maioria deles, e atearam fogo no veículo em cima da ponta de madeira, de modo a fragilizar a estrutura e impedir que a perseguição continuasse.

Eles seguiram fugindo, dessa vez em uma Saveiro Cross, ainda com um cliente e o gerente do banco como reféns. Eles foram liberados mais adiante na estrada, mas os criminosos não foram encontrados. Populares ajudaram a tirar os destroços da ponte para que ela não queimasse e a Polícia Militar já disse ter enviado tropas de busca para procurar a quadrilha na mata e nos rios próximos à cidade. Até o fechamento desta matéria, ela continuava foragida.

Onda de assaltos

Este é o segundo assalto a banco no interior do Amazonas em menos de uma semana. Na última quinta-feira (28 de agosto), uma quadrilha roubou mais de R$ 100 mil de uma agência bancária do Bradesco em Boa Vista dos Ramos (município a 269 quilômetros de Manaus).