Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Comunidades do Careiro Castanho (AM) podem permanecer na escuridão

Cerca de 20% das casas localizadas nas comunidades rurais ainda não são contempladas pelo programa, que tem encerramento previsto para esse ano


O presença parcial do programa Luz para Todos no município gera indignação

O presença parcial do programa Luz para Todos no município gera indignação (Walter Mendes)

Nas proximidades do encerramento, o programa Luz para Todos, do Governo Federal, atende apenas parcialmente as 135 comunidades rurais do Careiro Castanho, município a 102 quilômetros de Manaus.

Em uma audiência pública realizada neste domingo (18), os moradores comunidades rurais ao longo dos ramais próximos a Careiro Castanho falaram da incompreensão e revolta geradas pelo atendimento precário.

“No Lago do Batata mais de 80 famílias não tem energia elétrica. Lá são 130 casas. A empresa começou os serviços e nunca voltou para terminar. Tem pessoas que sofrem no escuro. É triste ver que alguns têm e outros não”, comentou a dona de casa Delza Rodrigues.

A situação se repete nas comunidades Nossa Senhora de Guadalupe, Boa Vista do Alto Castanho, Ramal do 10 e do 14, Novo Horizonte, Tucunaré. E há aquelas que não foram atendidas pelo programa como as localizadas no Ramal do 28. 

De acordo com o deputado Sidney Leite (PROS), líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o Amazonas é o terceiro pior estado em metas do programa Luz Para Todos, só ganhando da Bahia e do Pará.

Segundo Robson Bastos, coordenador da Eletrobrás Amazonas Energia, responsável pela execução do programa, 80% das comunidades do Careiro Castanho foi atendida e um atraso no repasse do pagamento da empresa que realiza as obras fez com que a mesma suspendesse as obras, atrasando o cronograma. “Hoje já não há mais dívidas e há uma lista de comunidades que deverão ser atendidas aqui no município”, afirmou.

Telefonia

As comunidades do Careiro Castanho não são somente privadas do abastecimento de energia elétrica. Nenhuma empresa de telefonia opera no município. Mesmo convidados, representantes dessas empresas não compareceram à audiência pública.