Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Congresso EPA premia talentosa do design e computação

1º Encontro de Projetos em Ambientes Interativos (EPA!), realizado pela Ufam e Samsung, premiou com R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil

Desenvolver um aplicativo de diversão, um joguinho, para smartphone e ganhar um prêmio em dinheiro. Essa foi a proposta para o encerramento do 1º Encontro de Projetos em Ambientes Interativos (EPA!) promovido pelo Instituto de Computação (Icomp), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em parceria com a Samsung. O evento, realizado nos dias 16 e 17, premiou com R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil os três melhores trabalhos.

A equipe vencedora do Hackathon, como é chamada a maratona competitiva de desenvolvimento do aplicativo, foi a Universo, formada pelos alunos de Ciências da Computação Marcos Paulo Siqueira de Farias e Lázaro Torres e pelo estudante de design Romeu Rezende Gomes.

De acordo com Marcos Paulo, o jogo consiste na resolução de enigmas com o auxílio de cartões de realidade aumentada e do smartphone com Android.  “O objetivo do jogo é a aprendizagem da física e matemática. O aprendizado da física é através da visualização dos movimentos e fenômenos de maneira prática por meio da temática de jogos”, explicou.

Vencedores

No Hackathon, eles implementaram apenas uma única fase do jogo por conta do pouco tempo para a operacionalização do aplicativo. “O objetivo do jogo consiste em atingir alvos matemáticos sobre um castelo através de uma catapulta. Os alvos são peças que formam a equação e após acertá-las o jogador responde um quiz sobre o assunto”, resumiu Marcos Paulo. Eles ganharam os R$ 5 mil.

O segundo lugar ficou com a equipe MTV Muita Treta, formada por Yan Brandão, Juscelino e Júlio César Tanaka, Sidney Melo e o futuro designer Bruno Muller. Eles desenvolveram um jogo com temática amazônica onde o jogador precisava salvar animais da floresta contra caçadores e levaram R$ 3 mil.

O terceiro melhor projeto foi da equipe Gamezes composta por Jhonny Barbosa e Daniel Santi. O game desenvolvido por eles tinha a temática ambiental e consistia em uma corrida de carros na qual o jogador precisa coletar lixo para abastecer o veículo e concluir o circuito. Eles ganharam R$ 2 mil.

Para chegar aos vencedores no universo de nove equipes participantes a banca examinadora formada pelos professores Reginaldo Carvalho, Arilo Dias, Bruno Gadelha e Moisés Carvalho utilizaram quatro critérios de avaliação: o ineditismo, a usabilidade, a criatividade e o alinhamento com a temática educativa, que foi o tema escolhido para os jogos.

A competição mostrou o alto nível dos alunos do curso de Ciências da Computação, pois as nove equipes participantes da maratona tiveram apenas nove horas para construir o aplicativo, claro que o tema foi determinado uma semana antes, mas a implementação do jogo só pode ser executada no último dia do evento.

Em busca de talentos

De acordo com o coordenador do EPA!, professor César Augusto Viana, o evento alcançou o objetivo de atrair a atenção para a qualidade do trabalho que vem sendo desenvolvido pela Ufam, com o apoio da Samsung. “O encontro foi muito vitorioso e conseguimos atrair cerca de 500 participantes. Isso mostra o nível de interesse para o assunto”, ressaltou.

O professor também destacou que as palestras levaram para a academia a expectativa que o mercado tem em relação aos profissionais que estão sendo formados. “Podemos mostrar para os alunos o que o mercado quer deles e que tipo de perfil interessa. Nesse aspecto o evento foi muito bom”, disse César Augusto.

Ao longo de 2014 a instituição pretende realizar mais seis eventos dessa natureza, informou o coordenador do EPA!