Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Prefeitura de Manaus gasta quase R$ 140 mil em ingressos para a Copa

O valor foi gasto com mais de 540 entradas para os jogos do Mundial que acontecem na Arena da Amazônia, que serão distribuídos para vereadores e secretários municipais da capital amazonense

Os vereadores estavam recebendo, ontem, os ingressos para os quatro jogos do Mundial na Arena Amazônia, no gabinete do presidente da Casa, Bosco Saraiva

Os vereadores estavam recebendo, ontem, os ingressos para os quatro jogos do Mundial na Arena Amazônia, no gabinete do presidente da Casa, Bosco Saraiva (Robervaldo Rocha)

A Prefeitura de Manaus gastou R$ 139,4 mil com a compra de 544 ingressos para os 41 vereadores da cidade e os 21 secretários do municipais assistirem, com direito a acompanhante, a série de quatro jogos que a capital amazonense sediará da Copa do Mundo. A aquisição dos ingressos foi realizada pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

A compra dos bilhetes foi publicada no Diário Oficial do Município do último dia 23 de maio, mas os passes só começaram a ser distribuídos anteontem na prefeitura e na CMM. Os vereadores vem retirando seus pares de ingressos no gabinete do presidente da CMM, vereador Bosco Saraiva (PSDB). Cada vereador recebeu duas entradas para cada jogo que será realizado na Arena Amazônia.

De acordo com o secretário da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, os ingressos serão destinados às “autoridades” do Executivo Municipal. “A compra foi feita e a Casa Civil está cuidando da distribuição dos ingressos”, resumiu Bernardo.

Para comprar os 544 ingressos, a diretoria de administração e finanças da Manauscult determinou a inexigibilidade de licitação, decisão que foi ratificada pelo chefe da pasta. A Lei Orçamentária (LOA) deste ano informa que a compra dos ingressos foi feita com recursos destinados à “promoção turística de Manaus”.

Conforme a lei, o recurso é reservado para a promoção, realização e apoio a eventos locais, regionais, nacionais e internacionais – campanhas, workshops, seminários, feiras, exposições, etc – ações promocionais e campanhas turísticas internas e externas.

O presidente da CMM, verador Bosco Saraiva (PSDB) informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não se pronunciará sobre o caso. A assessoria sugeriu que a reportagem buscasse explicações com a Manauscult. “Que foi quem encaminhou os convites”, frisa a nota.

A reportagem também verificou se os deputados estaduais do Amazonas haviam recebido, do Governo do Estado, ingressos para os jogos do mundial. Ao ser questionado sobre o assunto, a assessoria de comunicação da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM) informou que a Casa Legislativa “não realizou a compra de ingressos para os jogos da Copa em Manaus”. A informação, segundo a assessoria de comunicação foi repassada pelo diretor-geral da ALE-AM, Wander Mota.

O valor dos ingressos para o jogos na Arena Amazônia, na arquibancada, variam de R$ 60 a R$ 350. Ontem, ao serem perguntados se já haviam recebido os seus ingressos, o secretário municipal de Limpeza Pública, Paulo Farias, e o presidente do Manaustrans, Paulo Martins, disseram que não tinham conhecimento sobre a distribuição dos bilhetes.

Vereadora desconhece origem

A vereadora Glória Carrate (PSD) disse que não sabia a origem dos ingressos. “Ainda não fui buscar os meus, mas recebi sim. Não sei de onde que é (que vieram), mas por telefonema fiquei sabendo que estão pegando com o vereador Sildomar Abtibol. Não sei quantos porque eu estava viajando. Não sei os detalhes”, afirmou a parlamentar.

“Eu não posso nem antecipar nada porque eu não sei quem está dando esses convites. Não quero me precipitar”, disse Glória Carrate. A CRÍTICA ligou para o vereador Sildomar Abtibol (Pros), que é vice-presidente da CMM, mas as ligações para o seu celular não foram atendidas. A reportagem também tentou sem sucesso contato com os outros vereadores até o fechamento dessa edição.

Os vereadores Reizo Castelo Branco (PTB) e Professor Bi biano (PT) disseram que não sabiam dos ingressos distribuídos para a Câmara Municipal. “Não estou sabendo. Pode ter chegado, mas se chegou não fui informado”, disse Reizo. “Estou chegando agora na Câmara. Ainda não fui informado, mas vou procurar saber”, disse Bibiano.