Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Polícia Civil prende detento que comandava tráfico de drogas de dentro de presídio, em Manaus

Homem estava foragido há seis dias e conseguiu despistar a polícia mesmo sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. Polícia acredita que ele comandava pontos de venda de droga em Manaus e no interior

Fábio foi preso por policiais da 2ª Seccional Norte

Fábio foi preso por policiais da 2ª Seccional Norte (Winnetou Almeida)

Fábio Queiroz Ferreira, 35, detento do sistema prisional do Amazonas, foi recapturado nesta terça-feira (26) por ser suspeito de comandar, de dentro da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), em Manaus, o tráfico de drogas da Zona Norte da capital e nos municípios de Iranduba e Manacapuru, na região metropolitana. O homem foi preso na rua Jardim Botânico, bairro São Jorge, Zona Oeste.

Fábio estava foragido há seis dias e, conseguiu despistar a polícia mesmo sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. O mandado de prisão preventiva que resultou da detenção dele foi expedido no dia 12 de agosto pela juíza de Direito Lídia de Abreu da 1ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecente (Vecute) do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (Tjam).

Fábio cumpriu pena de um ano e oito meses na UPP, dos sete anos e quatro meses da condenação. Ele respondia pelo crime de tráfico de drogas e porte ilegal de arma. De acordo com informações do Tribunal de Justiça do Amazonas, o suspeito respondia a dois inquéritos policiais por receptação e roubo.

No dia 19 de agosto deste ano, o juiz de Direito Luís Carlos Honório de Valois Coêlho, da Vara de Execuções Penais, acatou o pedido dos advogados de Fábio para que o condenado cumprisse a pena em regime de prisão domiciliar devido a um tratamento médico no aparelho digestivo do preso.    

O delegado João Ferreira Neto, titular da 2ª Seccional Norte, explicou como surgiu a suspeita de o preso coordenar vários pontos de comércio de entorpecente. Segundo ele, há um mês, um homem foi preso com 12 quilos de droga, pela polícia, e esse tal homem assumiu trabalhar para Fábio que, na época, estava preso dentro da UPP. 

“Estamos apurando muitos detalhes sobre como ele continuava atuando no tráfico mesmo estando preso. Infelizmente, ainda temos muitos problemas com a passagem de celulares para dentro das nossas cadeias e isso acaba facilitando ocorrências como essas”, afirmou João Neto. A suspeita é que Fábio comanda pelo menos oito traficantes na Zona Norte. Os homens estão sendo investigados pela polícia.

Durante apresentação, o preso evitou falar sobre a prisão à imprensa. Fábio foi levado à sede da 2ª Seccional Norte, situada no bairro Novo Aleixo, Zona Norte. Da delegacia, ele foi encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro, onde vai aguardar decisão judicial. Além dos crimes que já respondia, Fábio pode responder a mais um crime relacionado ao tráfico de entorpecente.