Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Dilma elogia Daniel Alves e diz que Brasil quer Copa sem racismo

Durante partida, jogador enfrentou atitude de racismo ao comer banana atirada por torcedor. Pelo Twitter, Dilma defendeu atitude e adiantou que Copa terá como bandeira o combate a discriminação racial

Por meio de rede social, Dilma afirmou que Copa no Brasil irá combater discriminação racial

Por meio de rede social, Dilma afirmou que Copa no Brasil irá combater discriminação racial (Reprodução)

A presidente Dilma Rousseff elogiou hoje (28), pelo Twitter, a atitude do jogador brasileiro Daniel Alves, que neste domingo(27), em uma partida pelo Barcelona, foi vítima de um episódio de racismo. Alves se preparava para uma jogada, quando a torcida atirou uma banana no campo. O jogador descascou e comeu a fruta.

“O jogador Daniel Alves deu uma resposta ousada e forte ao racismo no esporte. Diante de uma atitude que infelizmente tem se tornado comum nos estádios, Daniel Alves teve atitude”, escreveu a presidenta em sua conta pessoal da rede social.

Ela também citou a campanha #somostodosmacacos, lançada pelo também jogador Neymar, em apoio a Daniel Alves. Neymar fez fotos ao lado do filho comendo uma banana, postou nas redes sociais, e o gesto passou a ser repetido por milhares de internautas. “Neymar lançou a campanha ‘#somostodosmacacos’ para mostrar que temos todos a mesma origem e que nada nos difere, a não ser nossa tolerância com o outro”.

A presidenta voltou a defender o combate ao racismo no futebol e disse que a Copa do Mundo, que o Brasil vai sediar a partir de junho, terá como bandeira o enfrentamento da discriminação racial. “Vamos mostrar que nossa força, no futebol e na vida, vem da nossa diversidade étnica e dela nos orgulhamos. #CopaSemRacismo”, escreveu Dilma.