Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Encontro do Brics começou com reuniões de ministros e empresários dos países do grupo

Nesta segunda-feira (14), se encontraram também os ministros das Finanças e os presidentes dos bancos centrais do bloco

Em 2013, a troca comercial brasileira com as demais economias do grupo alcançou US$ 101 bilhões

Em 2013, a troca comercial brasileira com as demais economias do grupo alcançou US$ 101 bilhões (Reprodução/Internet)

Empresários dos países que compõem o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) se reúnem hoje (14) em Fortaleza para debater o comércio e os investimentos entre os cinco países. Nesta segunda-feira se encontram também os ministros das Finanças e os presidentes dos bancos centrais do bloco, além dos ministros do Comércio, e diretores de bancos de desenvolvimento dos cinco países.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) organiza três eventos na véspera da 6ª Reunião de Cúpula do Brics, que reunirá os chefes de Estado do bloco amanhã (15), também na capital do Ceará. Faz parte da programação o Business Network, uma rodada de negócios que deve reunir 602 empresas, com expectativa de movimentar US$ 3,9 bilhões.

Segundo a CNI, há interesses nas áreas de agronegócios, infraestrutura, logística e equipamentos de transporte, mineração, máquinas e equipamentos, tecnologia da informação, farmacêutico e equipamentos médicos, energia e economia verde. Também serão agendados o Encontro Empresarial e o Conselho Empresarial do Brics.

Em 2013, a troca comercial brasileira com as demais economias do grupo alcançou US$ 101 bilhões, representando 21% do comércio brasileiro com o exterior. Em 2008, esse percentual era 14%. No ano passado, o Brics foi o segundo bloco mais importante para as exportações brasileiras atrás dos países da Associação Latino-Americana de Integração.

Durante a reunião de Cúpula, os chefes de Estado dos cinco países vão deliberar sobre a criação do Novo Banco de Desenvolvimento do bloco, que financiará projetos de infraestrutura e de desenvolvimento sustentável.

Também deve ser criado o Arranjo Contingente de Reservas – linha de defesa adicional para os países do bloco em cenários de dificuldade de balanço de pagamento. Em Brasília, na próxima quarta-feira (16), ocorrerá reunião de trabalho entre os mandatários dos países do Brics e chefes de Estado e de Governo da América do Sul.