Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Segunda dose da vacina contra HPV será aplicada em setembro em garotas do Amazonas

Esquema vacinal prevê três doses da vacina para meninas. A primeira aconteceu em março e a próxima será aplicada em 60 meses

O Amazonas foi o primeiro estado brasileiro a disponibilizar, na rede pública de saúde, a vacina contra o HPV

Vacina contra o HPV foi inserida na rotina das unidades da rede pública de saúde (ACRITICA/AC)

A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) já iniciou o envio, para todos os municípios do interior, dos novos lotes da vacina quadrivalente contra o HPV, enviados ao Amazonas pelo Ministério da Saúde. Estes novos lotes serão utilizados na segunda etapa da campanha de imunização. A primeira etapa, em março deste ano, alcançou 51.065 adolescentes, da faixa etária entre 11 e 13 anos.

“Em setembro, estas adolescentes receberão a segunda dose do esquema vacinal. A execução da campanha é de responsabilidade das prefeituras, por meio de suas secretarias municipais de Saúde”, frisou o secretário estadual de Saúde, em exercício, José Duarte dos Santos Filho.

Antes de o Governo Federal disponibilizar a vacina quadrivalente contra o HPV, o Estado do Amazonas, de forma pioneira, em 2013, já havia assegurado o acesso das adolescentes à imunização contra o vírus, que está na origem da maioria dos casos de câncer de colo de útero.

A vacina disponibilizada pelo Estado foi a bivalente, com efeito similar. “As 50 mil meninas que receberam a dose da quadrivalente juntaram-se às outras 87.556 que foram imunizadas no Estado graças ao programa que começou a ser executado pela Susam em 2013. As que foram imunizadas pelo programa do Estado já receberam as três doses do esquema vacinal”, ressaltou Duarte.

O esquema vacinal das meninas que começaram a ser imunizadas em março prevê três doses da vacina. Após essa segunda dose, que será aplicada em setembro, as meninas receberão um reforço dentro de 60 meses.

“Vale ressaltar que a vacina contra o HPV foi inserida na rotina das unidades da rede pública de saúde. Na medida em que as meninas forem ingressando na faixa etária prevista no programa de imunização – 11 a 13 anos – devem ser levadas à unidade básica de saúde mais próxima de casa para iniciar o esquema vacinal”, orienta Duarte.

Hepatite A

Todos os municípios do Estado já receberam os primeiros lotes da vacina contra a Hepatite A, que a partir deste mês passou a fazer parte do Programa Nacional de Imunizações (PNI), sendo ofertada na rotina de atendimento das unidades de saúde da Atenção Básica.

Para a introdução da vacina na rotina, o Ministério da Saúde enviou ao Amazonas 24 mil doses do imunobiológico. “As crianças com idade entre 1 ano e 1 ano e 11 meses devem ser vacinadas. Os pais devem estar atentos e levar seus bebês para receber a dose de proteção contra a Hepatite A”, orienta o diretor presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque.

Poliomielite e Sarampo

Em novembro acontecerá, em todo o País, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e o Sarampo. Em relação à Pólio, o público-alvo são as crianças a partir de 6 meses a menores de 5 anos de idade. A dose de reforço para proteção contra o Sarampo será aplicada nas crianças de 1 ano a menores de 5 anos.

“A campanha está programada para ocorrer no período de 8 a 28 de novembro e nos dias 8 e 22 de novembro acontecerão os chamados ‘Dias D’ de intensificação, com uma grande estrutura montada para estimular a vacinação do maior número possível de crianças”, informou Izabel Nascimento, coordenadora do Programa Estadual de Imunização.

*Com informações da assessoria de imprensa