Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

IBGE aponta que 35% dos municípios do AM baseiam o PIB nas contas públicas

Segundo o órgão, essa avaliação demonstra o grau de dependência que muitos municípios amazonenses têm das contas de governo

Municípios como Ipixuna e Atalaia do Norte apontaram que 60% de suas riquezas se baseiam em contas públicas

Municípios como Ipixuna e Atalaia do Norte apontaram que 60% de suas riquezas se baseiam em contas públicas (ACRITICA)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com a Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan) e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), apresentou nesta terça-feira (17), os resultados do Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios para o ano de 2011. Entre os dez municípios amazonenses com melhor PIB em 2011, estão Manaus, Coari e Itacoatiara.

Na análise, observou-se que vinte e dois municípios do Amazonas (35%) tinham na atividade administração pública acima de 50% do seu PIB, como os municípios de Ipixuna e Atalaia do Norte, que registraram a porcentagem de 60% de suas riquezas baseadas nas contas públicas.

Segundo o órgão, essa avaliação demonstra o grau de dependência que muitos municípios amazonenses têm das contas de governo. Por outro lado, apenas Manaus, Coari e Itapiranga tinham mais de 30% de seu produto focado na indústria.

Agropecuária

No estudo, também ficou comprovado que apenas 16% dos municípios do Amazonas possuíam mais de 40% de suas riquezas na agropecuária. Neste grupo, destaque para Silves e Rio Preto da Eva com 51% e 53%, respectivamente. Os municípios de São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga registraram menos de 10% de suas riquezas na agropecuária.

PIB per capita

No PIB per capita (divisão do PIB pela população), o destaque em 2011 ficou para dez municípios que possuíam acima de R$8.500,00. Entre eles, Manaus e Coari ficaram com valores acima de R$25.000,00, média bem alta inclusive na comparação com alguns dos principais municípios brasileiros como Florianópolis e Belo Horizonte.

O PIB per capita de Manaus de R$27.845,71, colocou o município na sétima posição entre os municípios de capitais brasileiras. Sendo este ranking liderado por Vitória/ES com R$85.794,33. Mas, como a o PIB per capita é o resultado da divisão do Produto Interno Bruto pelo total da população; os 28 bilhões de Vitória foram divididos pelos seus 331.000 habitantes, causando assim um alto PIB per capita.