Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Imprensa estrangeira critica cerimônia de abertura da Copa e atuação policial em protestos

Os jornais internacionais The Guardian, El País, The New York Times e Le Monde publicaram notícias sobre o primeiro dia do Mundial no Brasil

abertura copa brasil

A cerimônia de abertura aconteceu no estádio Itaquerão, em São Paulo (Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

A cerimônia de abertura na Copa do Mundo, a ação da polícia nos protestos contra a realização do Mundial em São Paulo e a atuação da seleção brasileira na partida de estreia contra a Croácia foram os principais destaques da imprensa internacional sobre o primeiro dia do Mundial.

Para o jornal britânico The Guardian, a cerimônia de abertura foi considerada "decepcionante". O jornal destacou o contraste entre protestos contidos pela polícia com balas de borracha e gás lacrimogêneo e a festa dentro da Arena Corinthians, o Itaquerão, em que a Federação Internacional de Futebol (Fifa) dizia à imprensa que o principal objetivo do torneio é "promover a paz mundial".

O norte-americano The New York Times traz a manchete "Futebol e discórdia interna, em exposição para o mundo ver". O diário citou a greve de motoristas de ônibus em Natal e os protestos em Belo Horizonte, Porto Alegre, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Segundo o The New York Times, na capital paulista, apesar dos protestos terem ocorrido na maioria de forma pacífica, "em certos pontos alguns manifestantes mascarados também atiraram pedras e garrafas na direção da polícia". O jornal citou ainda a hostilização de torcedores à presidenta Dilma Rousseff e à Fifa.

O diário francês Le Monde diz que o jogo de abertura entre Brasil e Croácia, quinta-feira, 12 de junho foi palco da primeira controvérsia no Mundial e destaca o erro na arbitragem do jajaponês Yuichi Nishijmura que favoreceu a seleção brasileira por um pênalti, que resultou num gol de Neymar.

Além de uma matéria com críticas ao desempenho brasileiro no jogo contra a Croácia, o espanhol El País traz também outra manchete. O periódico traz como manchete “A euforia toma conta do Brasil na hora do futebol” e destaca que a eficiência no transporte público em São Paulo surpreendeu até os brasileiros. Em outro destaque “As manifestações ofuscam a estreia”, o El País aborda os protestos, na capital paulista, contra a Copa. O jornal também citou os xingamentos e as vaias a Dilma.