Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

José Melo assume o cargo de governador do Amazonas

No Teatro Amazonas, Melo recebeu a faixa de chefe do Executivo Estadual das mãos de Omar Aziz, que deixou o cargo para disputar o Senado nas eleições 2014

Melo recebe a faixa de Governador do Estado das mãos de Omar Aziz

Melo recebe a faixa de Governador do Estado das mãos de Omar Aziz (Márcio Silva)

Em solenidade no Teatro Amazonas, José Melo (PROS) foi empossado como o novo governador do Amazonas na noite desta sexta-feira (4), em Manaus. O então chefe do Executivo Estadual, Omar Aziz (PSD), renunciou e passou o cargo para quem era seu vice para disputar uma vaga no Senado Federal pelo o Amazonas, durante as eleições de outubro de 2014.

“Os próximos 90 dias serão só de trabalho”, afirmou Melo ao chegar no Teatro, com 20 minutos de atraso. O evento, que conta com a presença de políticos e autoridades locais, iniciou com a abertura feita pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Josué Neto, e, em seguida, Aziz discursou, recontando sua trajetória no Governo, antes de passar a faixa de Governador em um ato simbólico.

"Foi um prazer enorme governar esse Estado, realizei um sonho. Deixo essa administração sem nenhum escândalo ou mácula à minha imagem. Fizemos grandes obras que mudaram a vida das pessoas, na capital e no interior do Estado. Deixo o Governo com sentimento de dever cumprido e com grandes ações. Saio de cena e deixo o caminho para o José Melo, mas voltarei depois como um soldado em defesa do Amazonas", avisou Aziz no seu discurso, recebido com muitas palmas.

No discurso já como governador, Melo citou  seu antecessor, Omar Aziz; a agora ex-primeira-dama Nejmi Aziz; o "velho amigo e pai político", o ex-governador Amazonino Mendes; e o atual prefeito de Manaus, Artur Neto.

"Tenho certeza de que vou me esforçar o máximo possivel para me emparelhar a esse magnífico governador Omar Aziz. A vida toda eu sonhei com este momento, mas nunca pensei que tivesse tanto gelo na minha barriga. Sou servidor público, essa é minha essência. Nasci para isso e escolhi a vida pública como meu caminho. Estou cheio de gratidão e de planos", afirmou, emocionado. O professor recebeu a faixa às 21h50.

Melo já deu a entender que deve dar continuidade à administração de Aziz e, principalmente, ao andamentos de obras que ainda não foram entregues, que contabilizam cerca de R$ 4 bilhões em investimento.

Um dos focos será a expansão do programa de segurança pública "Ronda nos Bairros", que deve chegar a mais cidades do interior do Estado. A educação também deve receber atenção especial, levando em conta toda a trajetória de Melo como professor.

Entre as ações desta área, o agora Governador planeja ampliar o número de escolas em tempo integral, por exemplo. Como ele mesmo afirmou, a prioridade nos primeiros meses de sua gestão deve ser de trabalho, e não de política.


Eleições

Omar Aziz deixou o cargo de governador para disputar as próximas eleições como candidato ao Senado. José Melo também será candidato e, agora como Governador, disputará pela reeleição ao cargo de chefe maior do Estado, enfrentando nas urnas o antigo parceiro de partido e de gestão, Eduardo Braga (PMDB).

Histórico

José Melo de Oliveira nasceu em Eirunepé e tem 67 anos. Ele é casado e é pai de cinco filhos. É economista formado pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e começou a vida pública em 1967, quando lecionava História no Ginásio Estadual Estelita Tapajós e na antiga Escola Técnica Federal do Amazonas.

Entre 1970 e 1984, ele atuou na Ufam como datilógrafo e diretor do Departamento de Educação e Desportos. Foi interino na sub-reitoria para Assuntos Acadêmicos, membro do Conselho Universitário e assessor para Assuntos Acadêmicos. Foi, ainda, membro da equipe que elaborou o processo de reconhecimento de 18 cursos da Ufam.

Entre 1984 e 1987 foi delegado do Ministério da Educação e Cultura. De 1989 a março de 1991 foi secretário de Educação e Cultura. Entre 1993 a março de 1994 foi secretário de Educação de Manaus (Semed). Em 1995 voltou a assumir a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Desportos do Amazonas.

Ele foi eleito deputado federal duas vezes, em 1994 e em 1998, e foi eleito, em 2002, deputado estadual. Dentro da Assembleia Legislativa do Amazonas, Melo foi presidente das Comissões de Orçamento, Finanças e Tributação e membro de várias comissões.

Entre 2005 e 2006 foi presidente da Sociedade de Navegação Portos e Hidrovias do Amazonas (SNPH). Em 2006, ele assumiu a Secretaria de Governo do Amazonas (Segov), onde esteve no comando até abril de 2010, quando se desincompatibilizou para ser vice-governador de Omar Aziz.

Confira aqui galeria de imagens da posse solene