Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Juizado Especial no Aeroporto Internacional de Manaus deve ser efetivado após Copa

O posto registrou 107 orientações para passageiros e 112 pedidos para autorizações de viagems com menores de idade, segundo o TJAM

Equipe responsável pelo Juizado Especial do Aeroporto de Manaus

Equipe responsável pelo Juizado Especial do Aeroporto de Manaus (Divulgação/ TJAM)


O Juizado Especial instalado pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, para atender o turista durante o período da Copa do Mundo, deve continuar funcionando de maneira permanente.

No primeiro mês de atividade, a maior demanda foi relacionada a autorizações de viagem para menores de idade, com 112 atendimentos no período. Destes, 93 foram autorizações para menores viajarem em território nacional e 19 em âmbito nacional. O posto registrou ainda 107 orientações para passageiros.

O juiz coordenador do projeto, Rogério Vieira, afirmou que o Juizado do aeroporto foi efetivo quando solicitado e espera que o posto seja efetivado.

“Tivemos boas experiências neste período. Resolvemos dois problemas de passageiros da TAM que não conseguiam embarcar e também duas reacomodações de voo. Sem falar que teve um passageiro com impossibilidade de fazer uma permuta de voo da Gol e registramos ainda um cancelamento de voo da mesma empresa.  Então, isso mostra que fomos efetivos quando solicitaram nossos serviços”, explicou o magistrado.

O posto judiciário registrou ainda duas conciliações entre passageiros da TAM Linhas Aéreas.

O juizado foi instalado no aeroporto para atender as demandas dos passageiros na condição de consumidor, como impedimentos de embarque, impossibilidade de permuta de voo, cancelamento de voo e reacomodação de voo.

PÓS COPA

Em funcionamento de 8h da manhã até às 2h da madrugada para melhor atender as demandas do mundial, o juizado pode passar a ter um novo horário de expediente.

“E vamos adequar o serviço. Esse horário foi definido inicialmente devido à realização do mundial no Brasil e em Manaus. Agora, vamos adequar o horário para melhor atender a população”, disse o Vieira.

Atualmente, o posto avançado funciona com três colaboradores e aos feriados de 14 às 20h.