Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Dicas para se ter uma carreira de sucesso

Especialista em desenvolvimento profissional, Madalena Feliciano dá dicas de como as mulheres devem fazer para atingir o sucesso almejado

Por chegar nos dias de hoje com os mesmos direitos que os homens, todas as mulheres já poderiam ser consideradas como “mulheres de sucesso”.

Por chegar nos dias de hoje com os mesmos direitos que os homens, todas as mulheres já poderiam ser consideradas como “mulheres de sucesso”. (Divulgação)

Por chegar nos dias de hoje com os mesmos direitos que os homens, todas as mulheres já poderiam ser consideradas como “mulheres de sucesso”. Mas ainda é pouco.

Quem faz essa afirmação é Madalena Feliciano, diretora de projetos da empresa Outliers Careers, para quem as mulheres querem mais. “Querem o sucesso financeiro, familiar, pessoal, e em toda e qualquer outra área que seja possível pensar – e o sucesso está disponível para todas”, assegura.

Madalena comenta que existem alguns passos que podem ser seguidos a fim da conquista de um melhor espaço no trabalho, um salário melhor e o respeito de todos – sem que seja necessário um grande esforço para isso.

“Não é difícil perceber que a maioria das mulheres de sucesso são apaixonadas pelo que fazem – e isso não é coincidência. Quando você não ama o que faz, é difícil manter-se motivado para progredir, inovar e se destacar no mercado de trabalho”, diz.

Outra atitude importante é não se iludir com a gratidão. Segundo pesquisa recente, realizada pela economista Linda Babcock, 57% dos homens negociam seus salários iniciais, enquanto apenas 7% das mulheres fazem isso. “O que isso significa? Que os homens iniciam com salários 7,6% mais alto do que as mulheres. Aplicando o princípio ao longo da carreira, os homens se aposentam meio milhão de dólares mais ricos”, diz Madalena.

Ela sugere que, ao receber uma boa proposta de emprego, a mulher pesquise a média salarial para aquele emprego e pense em outros trabalhos que possa querer e assuma a sua ‘cara de negociante’.

Saber lidar com o nervosismo também é uma arma poderosa. “Sinais que demonstram que a mulher está nervosa, como uma vermelhidão na face ou risadas forçadas, podem trai-la durante reuniões. O ideal é aprender a disfarçar esses pontos fracos ou a lidar com eles”, recomenda a especialista.

Para mulheres que almejam – ou assumem – um cargo de chefia, já é comprovado que o modelo de líder atual que faz mais sucesso com a equipe não é o antigo modelo “general” e sim uma espécie de “técnico de futebol”, ou seja, uma pessoa que inspira o time, ajuda, e conhece cada um de seus integrantes – assim como seus pontos fortes.

Existem muitas mulheres hoje que não se casam, porém, para aquelas que possuem um parceiro, - ou parceira, - é importante que exista uma boa parceria entre eles, que ela se sinta apoiada e confiante também na carreira profissional.

Assumir riscos, acreditar no ‘seu taco’ e ser grata as pessoas ao seu redor também fazem parte de uma personalidade de sucesso.