Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Ex-aluno da Ufam morre depois de ser atropelado em Vitória (ES)

Este é o segundo caso de morte por atropelamento em menos de um mês envolvendo pessoas que moravam em Manaus e foram para a capital capixaba. Em novembro, o nadador amazonense Pedro Nicolas Sena não resistiu e também morreu em um acidente

Fernando Rangel, de 21 anos, morou 12 anos em Manaus e voltou para Vitória há três meses

Fernando Rangel morou 12 anos em Manaus e voltou para Vitória há três meses (Reprodução/Facebook)

Ex-aluno de direito da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Fernando Rangel, de 21 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (4) após ser atropelado por um carro em Vitória (ES), quando atravessava a avenida Reta da Penha, depois de sair de uma boate. Há três meses, Fernando havia se mudado de Manaus para Vitória com a família, onde terminaria o ensino superior. No último dia 13 de novembro, o nadador amazonense Pedro Nicolas Silva, 13, não resistiu aos ferimentos e também morreu após também ser atropelado na capital capixaba.

De acordo com o delegado Fabiano Contarato, da Delegacia de Delitos de Trânsito do Espírito Santo - o mesmo que investiga a morte de Pedro Nicolas -, testemunhas informaram que o motorista identificado como Marcelo Santos Neves de Andrade, de 26 anos, estava a caminho do trabalho, em alta velocidade pela via, quando atingiu Fernando. O estudante foi arrastado por cerca de 60 metros e morreu na hora.

Contarato ainda informou que o motorista realizou o teste do bafômetro, que deu negativo para o uso de bebida alcoólica, porém o mesmo possui duas multas por excesso de velocidade no Instituto de Trânsito da cidade. O caso vai ser investigado e uma equipe da especializada foi até a Boate São Firmino para verificar as imagens das câmeras de segurança que ficam posicionadas para a rua.

“Vamos investigar e se comprovado a culpa do motorista neste caso, ele pode responder por homicídio culposo na justiça”, declarou.

Com o impacto do acidente, o carro que seguia sentido Serra-Vila Velha foi parar na contra mão. O trânsito no local ficou prejudicado. De acordo com amigos do estudante de direito, o mesmo era natural de Vitória, mas morava em Manaus há 12 anos. Ele voltou para a cidade há três meses para concluir os estudos e desejava seguir carreira na capital amazonense.

Segundo caso

Este é o segundo caso de morte por atropelamento em Vitória envolvendo pessoas que moraram em Manaus. No dia 13 de novembro do mês passado, Pedro Nicolas Sena foi para a cidade, onde iria participar do Campeonato Brasileiro Infantil de Natação pela delegação da Nilton Lins, quando foi atropelado, quando atravessava uma faixa de pedestre da Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes.

A morte causou comoção popular no Amazonas, tendo em vista que Pedro Nicolas era favorito ao título dos 100 metros borboleta. 

A equipe de reportagem do Portal A Crítica questionou o delegado sobre as investigações da morte do nadador, que informou que o inquérito está sendo concluindo.

“Solicitei uma carta precatória para que os depoimentos dos pais e amigos, que presenciaram o acidente, possam ser realizados à distância. Assim poderemos concluir o restante dos procedimentos”, declarou.

Ainda segundo o delegado, o Espírito Santo é o segundo Estado da Federação com mais acidentes de trânsito envolvendo vítimas fatais.