Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Franquia é um bom negócio, sim ou não?

Saiba quais os prós e contras de trabalhar com uma marca já conhecida no mercado, para evitar erros

Raul Andrade cuida de três franquias na capital (Bob’s, Camarão & Cia e Doggis). Feliz com o resultado, o empresário pretende ampliar o número de lojas na cidade até o final deste ano

Raul Andrade cuida de três franquias na capital (Bob’s, Camarão & Cia e Doggis). Feliz com o resultado, o empresário pretende ampliar o número de lojas na cidade até o final deste ano (J. Renato Queiroz)

Abrir uma franquia, muitas vezes, é a opção mais atrativa para quem deseja abrir um negócio. Entre as vantagens que atraem os empreendedores estão a tranquilidade de investir em um negócio já testado e a facilidade de atrair clientes com uma marca consolidada no mercado.

Manaus – que atualmente possui 618 unidades, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF) – vem ganhando espaço neste cenário, e foi classificada este ano como uma das melhores para se instalar uma franquia no País.

Uma pesquisa feita pela consultoria Rizzo Franchise e divulgada no site Exame.com no início deste mês, lista os 200 melhores mercados para franquias do Brasil, levando em conta as oportunidades e o consumo em expansão. Encabeçada por São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília (respectivamente), a lista aponta Manaus como a 11ª melhor cidade para se abrir uma franquia.

No ranking de 2012, a capital estava na 14ª posição e agora aparece como a cidade mais forte para franquias na região Norte, com participação de 1,2% no PIB nacional.

Cuidados

Apesar de incentivadores, esses índices não devem ser levados ao pé da letra por quem nutre o interesse de se aventurar no mercado das franquias, é preciso estar atento também à afinidade do empreendedor com o negócio e pesquisar bastante, como adverte o economista Marcus Evangelista, presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon).

“Comprar uma franquia não é sinônimo de sucesso. Antes de tudo, é preciso fazer uma pesquisa sobre a credibilidade dela. Falar com outros franqueados em outros estados, verificar se tudo que é proposto realmente é realizado pelo fraqueador e analisar também se a faixa de retorno é condizente com as expectativas de investimento”.

Outro ponto importante citado pelo economista é a preparação financeira. O investidor que pretende entrar neste segmento precisa estar preparado para aguardar que o negócio dê retorno. Dependo da franquia, isso pode demorar anos.

Experiência

O empresário Raul Andrade, 48, conseguiu instalar três franquias na capital e pretende ampliar o número de lojas até o final do ano. Com a família atuando no setor de alimentação fora do lar há 33 anos com marcas próprias, como Alemã e Fiorentina, para ele foi fácil trazer e administrar com sucesso Bob’s, Camarão & Cia e Doggis.

“Tivemos facilidade pela nossa experiência. Agora, independente de ser ou não franquia, o procedimento de abrir um negócio no Brasil é muito complexo e desestimulante, então é preciso determinação”, conta.

O investimento necessário para instalar um ponto da Bob’s, segundo Raul, vai de R$ 800.000 a R$ 1.200.000, isso já incluindo material, treinamento de funcionários e etc. Para abrir um ponto do Camarão & Cia é preciso desembolsar de R$ 500.000 a R$ 750.000, e um da Doggis custa entre R$ 400 mil e R$ 600 mil.

Atualmente, ele cuida de quatro lojas e oito quiosques da Bob’s, uma loja do Camarão & Cia e duas do Doggis. “Até o final do ano, vamos abrir mais três lojas da Bob’s e uma do Camarão & Cia”, adianta.

Novo no mercado

Mas pessoas sem tanta experiência no mundo do empreendedorismo também podem obter sucesso. O administrador Marco Cabral, 48, que trabalhou 20 anos gerenciando empresas de outras pessoas resolveu virar a mesa, em 2012, e se tornar um empresário, trazendo a WSI Digital Marketing.

Após passar por um treinamento intensivo de marketing digital e gestão da franquia - em Toronto, no Canadá - ele conseguiu instalar a franquia aqui por U$ 50 mil (cerca de R$ 111.100).

“No início, os empresários, investidores em publicidade de Manaus não estavam preparados para absorver a novidade. Mas isso vem mudando rapidamente, em uma velocidade impressionante. Nos últimos dois anos, dobramos o número de clientes e serviços e, consequentemente, o faturamento. Nosso objetivo agora é expandir os negócios para todos empresários da Região Norte do Brasil”.