Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Governo francês desenvolve cartilha e ‘desaconselha’ visita de turistas ao Amazonas

Em cartilha desenvolvida pelo Ministério de Negócios Estrangeiros, o texto destaca os perigos de assaltos no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro, nas estradas que ligam a cidade de São Paulo ao litoral paulista e aconselha ainda que os turistas não visitem parte do estado do Amazonas

Mapa mostra locais não recomendados (vermelho) e recomendados só em caso de necessidade (laranja)

Mapa mostra locais não recomendados (vermelho) e recomendados só em caso de necessidade (laranja) (Reprodução/Internet)

O governo francês está orientando os torcedores que vêm ao Brasil prestigiar a Copa, a tomar cuidado durante sua passagem pelo país. Em cartilha desenvolvida pelo Ministério de Negócios Estrangeiros, o texto destaca os perigos de assaltos no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro, nas estradas que ligam a cidade de São Paulo ao litoral paulista e aconselha ainda que os turistas não visitem parte do estado do Amazonas.

“Devido ao aumento significativo de ataques a turistas, é preciso todo cuidado por parte dos viajantes que vão ao Rio de Janeiro. O aviso aplica-se a todas as áreas, mas em especial a Copacabana, onde se concentram mais de 50% dos casos de furtos ou roubos à mão armada reportados à polícia”, diz a cartilha. A proporção é bem superior à dos números oficiais, divulgados pelo Instituto de Segurança Pública.

Sobre as estradas paulistas, o texto pede aos turistas cuidado em áreas onde a velocidade deve ser reduzida. “Em razão dos conhecidos riscos de assalto à mão armada nas estradas que ligam São Paulo às cidades do litoral do Estado, recomenda-se aos franceses que utilizem essas estradas vigiar pessoas que se posicionam em lombadas”, diz o texto.

Em Brasília, o documento alerta para o risco de sequestro relâmpago. O texto afirma que não é bom estacionar em locais ermos e mal iluminados. Segundo as recomendações, o turista deve sair rapidamente do carro, e evitar falar ao telefone ao desembarcar.

O texto informa sobre o golpe boa noite Cinderela em Recife. O documento aconselha os turistas que frequentam boates a não abandonarem nunca seus copos. O guia também alerta para o risco de ataque de tubarão nas praias da capital pernambucana.

De modo geral, o guia aconselha que aos turistas a usarem, se possível, duas carteiras; dirigirem com os vidros fechados e as portas do carro trancadas. O texto também afirma que é necessário ficar de olho nos pertences em transportes públicos.

Mapa mostra grau de perigo

Outro destaque da cartilha é um mapa que mostra locais não recomendados (vermelho) e recomendados só em caso de necessidade (laranja)

Maior parte do mapa é pintada de amarelo, que significa que demanda ”vigilância reforçada”. Apenas o estado do Amazonas tem áreas em vermelho, onde a visita é “expressamente desaconselhada”. Várias áreas fronteiriças estão em laranja, ou seja, “visita desaconselhada, salvo sob razão imperativa”.