Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Lições de quem prosperou no mundo dos negócios

Fórum reúne executivos em São Paulo para contar sobre o que viveram e como conseguiram êxito em seus empreendimentos

Caito Maia, fundador da Chilli Beans

Caito Maia, fundador da Chilli Beans (Reprodução/Internet)

Apesar da infância pobre e sem perspectivas, ela estudou jornalismo e descobriu que podia mudar o mundo escrevendo histórias inspiradoras. Lançou ainda dois livros e integra o Global Shapers, desdobramento do Fórum Econômico Mundial que seleciona jovens líderes com menos de 30 anos com potencial de mudar o mundo. Fundou também o projeto Gerando Falcões para escolas públicas do País, provando ao jovem carente que todos, independentemente de condição social, histórico familiar, podem ser falcões. “Uma ideia simples pode ser extraordinária se ela gerar renda para você e para o jovem que está nas favelas”, contou Eduardo Lyra, na primeira edição do Like The Futre, evento realizado quarta-feira, em São Paulo, pelo LIDE Futuro.

O evento colocou na mesa de discussões as startups e as novas tecnologias, convidando para dar seus depoimentos pessoais diversos empreendedores que investiram e acabaram obtendo êxito em suas investidas.

“As startups vão revolucionar o mundo”, afirmou Gustavo Caetano, executivo da Samba Group, logo no início de sua apresentação. Ele criou a Samba Tech, desenvolvedora de plataforma de vídeo para empresas que não utilizam o Youtube. Quatro das cinco maiores universidades brasileiras são clientes da empresa. A Samba saiu na lista da Fast Company ao lado de empresas como Apple e Google. O empresário criou há dois anos a Associação Brasileira deSstartups, que já tem mais de 2.500 associados. A entidade reúne pequenas empresas que fazem diferença no mercado.

Caito Maia, fundador e CEO da Chilli Beans, contou sobre o seu difícil começo no mundo das vendas e sobre a capacidade que um empreendedor tem de dar a volta por cima. “Comecei comprando óculos de camelô na Itália e revender aos amigos brasileiros”, contou. Após alguns anos, a Chilli Beans, surgiu num estande no Mercado Mundo Mix (SP), com óculos de sol focados nas tendências de moda. No mesmo ano, chegou à Galeria Ouro Fino e se transformou em referência de consumo e comportamento jovem do País.

Para Cyro Diehl, presidente da Oracle Brasil, o empreendedor precisa estar atento aos detalhes sempre, estar pronto para buscar novos caminhos. “É preciso apaixonar-se pelo que faz, tomar decisões rápidas, não deixar nada para amanhã. Também temos que sonhar grande e, o mais importante, enjoy the journey”, declarou o executivo.