Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Milhares de pessoas lotam Praça da República para último adeus a Eduardo Campos

Por cerca de três horas, o desfile em carro aberto do Corpo de Bombeiros passou por várias ruas do Recife acompanhado por centenas de pessoas e de carros

Renata Campos, visivelmente abatida, manteve-se serena e foi abraçada pelos filhos diversas vezes

Renata Campos, visivelmente abatida, manteve-se serena e foi abraçada pelos filhos diversas vezes (Fernando Frasão/Agência Brasil)

Já eram mais de 2h quando o cortejo fúnebre com os restos mortais do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e de três assessores dele, mortos na última quarta-feira (13) em um acidente aéreo em Santos, litoral de São Paulo, chegou ao Palácio do Campo das Princesas, local do velório, sob palmas de milhares de pessoas.

Por cerca de três horas, o desfile em carro aberto do Corpo de Bombeiros passou por várias ruas do Recife acompanhado por centenas de pessoas e de carros. Ao lado do caixão, três dos cinco filhos de Eduardo Campos comandam as saudações ao ex-governador. Renata Campos, viúva de Eduardo, levou Miguel, filho mais novo do casal dentro da cabine da viatura, ao lado de Cecília Ramos, viúva de Carlos Percol.

A chegada dos restos mortais ao largo da Praça da República, no Centro da capital, foi marcada por uma enorme comoção. Desde o início da manhã de ontem (16), pernambucanos de vários lugares do estado se concentravam no local à espera do último adeus. Alguns chegaram a dormir sentados encostados na cerca montada pelo governo do pernambucano paraorganizar a passagem pelos caixões.

Pessoas enroladas a bandeiras do Brasil, de Pernambuco, do Náutico – time de coração do ex-governador – acompanharam com palmas o transporte da urna com os restos mortais do ex-presidenciável da viatura do Corpo de Bombeiro até o local do velório. Muitos não contiveram o choro.

Ana Arraes, mães de Eduardo e ministra do Tribunal de Constas da União, demonstrava-se inconsolada. Por diversas vezes, abraçou o caixão aos prantos. Renata Campos, visivelmente abatida, manteve-se serena e foi abraçada pelos filhos diversas vezes. Ela passou toda a madrugada ao lado do corpo do marido. Familiares, amigos, políticos, correligionários também prestaram reverência. Marina Silva, vice de Campos na chapa do PSB à Presidência, ficou alguns instantes ao lado do caixão (coberto pelas bandeiras do Brasil, de Pernambuco e do PSB) e acompanhou os gritos dos pernambucanos.

Será celebrada, pela manhã, a missa de corpo presente pelo arcebispo de Recife e Olinda, dom Fernando Saburido em frente à sedo do governo de Pernambuco. A previsão é que mais de 100 mil pessoas participem da cerimônia do último adeus a Eduardo Campos e também ao assessor de imprensa Carlos Percol, do fotógrafo Alexandre Severo e do cinegrafista Marcelo Lyra, que estão sendo velados no local.

A presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, deixou Brasília por volta das 7h rumo ao Recife. Além dela, também são esperados o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves, ministros, parlamentares, prefeitos, vereadores, empresários e embaixadores. Dezenas de governadores já confirmaram presença nas cerimônias.

O enterro do ex-governador está marcado para as 17h, no Cemitério de Santo Amaro. A família de Percol decidiu que o corpo do jornalista será sepultado logo após a missa de corpo presente.