Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Multinacional do setor de higiene pessoal e doméstica, investe R$ 100 milhões em fábrica em Camaçari (BA)

A fábrica será responsável por acelerar o avanço nas novas áreas de vendas que a K-C está desenvolvendo em cidades emergentes

Multinacional investiu R$ 100 milhões para construir sua quinta fábrica no Brasil, a primeira no região Nordeste

Multinacional investiu R$ 100 milhões para construir sua quinta fábrica no Brasil, a primeira no região Nordeste (Divulgação)

De olho cada vez mais nas regiões Norte e Nordeste, onde registrou 25% de crescimento em 2013, a Kimberly-Clark, multinacional do setor de higiene pessoal e doméstica, inaugurou recentemente a sua primeira fábrica no Nordeste – a quinta no País – e um Centro de Distribuição, ambos localizados em Camaçari, na Bahia.

Não poderia ter sido em Manaus? DINHEIRO fez essa pergunta para Carolina Kourroski, diretora da Divisão Norte-Nordeste. Eis o que ela respondeu: “A Companhia fez um amplo estudo sobre o mercado consumidor regional, infraestrutura oferecida, malha logística, oferta de fornecedores de matéria-prima, impacto ambiental da implantação e força de trabalho disponível. Levando em consideração todas essas variáveis, o Nordeste, especialmente a cidade de Camaçari, oferecia excelentes oportunidades para a rápida construção da fábrica e grande potencial de desenvolvimento”.

Foi dela também a informação de que o mercado consumidor do Norte do Brasil é muito atrativo. A região, segundo Carolina, possui o maior índice do Brasil de habitantes por residência e de filhos por família, o que é extremamente interessante para empresas de consumo como a nossa. “Foi um mercado que escolhemos por servir diretamente, colocando o investimento de uma Regional de Vendas dedicada. Temos na região cerca de 50 colaboradores, entre vendedores, gerentes e promotores, totalmente dedicados a entender a necessidade local e melhor servir a região. Na região Norte, temos a maior participação de mercado do Brasil para nossa linha de Fraldas, cerca de 38% (Nielsen, Share Valor ND’13) demonstrando que se existe foco e disponibilidade, o consumidor responde positivamente”, revelou Carolina.

Interior

Instigada, ainda, a falar sobre eventuais projetos futuros da Kimberly-Clark que venham a contemplar o Estado do Amazonas, a executiva disse que a empresa cresceu três vezes de tamanho na região nos últimos cinco anos e que tem um escritório regional de venda totalmente dedicado para melhor atender aos consumidores do Amazonas. “No inicio, focamos o nosso trabalho em Manaus, mas agora já expandimos para o interior e demais estados do Norte. O Norte é um mercado estratégico para nos, tanto do ponto de vista de aumento de consumo e renda de sua população, bem como a adequação do consumidor local com nossas marcas. Nosso objetivo para o ano é crescer mais 25% e estar presente em 80% das cidades da Região Norte até o final de 2014”, disse.

Garantir demanda até o ano 2022

Em 2013, Kimberly-Clark, líder no mercado com marcas renomadas como Neve, Intimus e Huggies Turma da Mônica, investiu R$ 100 milhões para construir sua primeira fábrica no Nordeste – a quinta no País –, e um Centro de Distribuição, ambos localizados em Camaçari.

A fábrica foi projetada para suprir toda a demanda da região e seu crescimento até 2022. O Nordeste é o maior mercado consumidor em importantes categorias, como fraldas e absorventes. O objetivo é atingir o mesmo grau de participação na região ao Brasil até 2015.

Nos dois empreendimentos, a empresa gerou 430 novos empregos diretos e 1.300 indiretos. Na unidade são produzidas as principais linhas de produtos da empresa: infantil, cuidados com a família e proteção feminina.

Crescimento

O Nordeste é um mercado em crescimento e a construção de uma planta em um ponto estratégico é essencial para que a Companhia desenvolva negócios na região. A fábrica será responsável por acelerar o avanço nas novas áreas de vendas que a K-C está desenvolvendo em cidades emergentes.

No ano passado, por exemplo, as vendas da empresa no Nordeste cresceram 26%. Entre 2010 e 2012, a expansão foi de 62%. O Nordeste representou cerca de 20% das vendas da K-C Brasil em 2012, com crescimento médio de 27% nos dois últimos anos.

Ainda em 2013, a equipe de vendas cresceu 10%, além disso, a K-C internalizou o time de Merchandising. A Divisão hoje é três vezes maior quando comparado a 2008 e apresenta o dobro de rentabilidade.