Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Novo voo que vai ligar Manaus à Lisboa já possui 30 mil reservas de passagens áreas

Inaugurado nesta terça-feira (03), com direito a ‘batismo’ da aeronave, o novo vôo da TAP Linhas Aéreas pode chegar a 41 mil reservas de passagens nos próximos meses

O novo voo da TAP Linhas Aéreas, inaugurado nesta terça-feira (03), vai ligar Manaus à capital portuguesa Lisboa

O novo voo da TAP Linhas Aéreas, inaugurado nesta terça-feira (03), vai ligar Manaus à capital portuguesa Lisboa (J. Renato Queiroz)

O fluxo de turistas entre o Amazonas e a Europa deve se intensificar a partir deste mês. O novo voo da TAP Linhas Aéreas, inaugurado nesta terça-feira (03) e que vai ligar Manaus à capital portuguesa Lisboa já possui 30 mil reservas de passagens áreas confirmadas até o final do ano. De acordo com a presidência da empresa, este número pode chegar a 41 mil bilhetes nos próximos meses.

Durante a cerimônia de inauguração da nova rota do Airbus A330-200, que trouxe a bordo, 180 passageiros do país europeu, com destino a Manaus e Belém, o vice-presidente executivo da companhia, Luiz da Gama Mór, informou que os voos programados para os próximos quatro meses estão com todos os assentos vendidos. “Até o momento 30 mil reservas já estão consolidadas, com a maior concentração para viagens até setembro”, afirmou.


O executivo afirmou que esta é apenas a demanda inicial e que a procura ainda pode crescer. O presidente da TAP, Fernando Pinto, acrescentou que, somando as reservas feitas antes da inauguração do roteiro e agregando expectativa positiva com o primeiro voo, o número pode passar para 41 mil passageiros nos próximos sete meses.

Para ele, o montante aponta para uma rota de sucesso. “O roteiro suplanta muitos destinos inaugurados pela TAP. O movimento da Copa ajuda, mas já tivemos provas de que Manaus é um grande mercado”, ressaltou.

Para o governador do Amazonas em exercício, Ari Moutinho, a nova rota facilitará a viagem de turistas de mais de 49 destinos europeus e africanos para o Amazonas. “É um avanço muito importante para a região, devido à pouca quantidade de voos e à falta de estradas disponíveis no Estado”, comemorou.

Injeção de capital

A presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Oreni Braga, calculou que no mínimo R$ 2,1 milhões serão injetados no turismo local com a chegada dos turistas previstos até dezembro. “Com três voos semanais e uma média de 100 passageiros desembarcando na capital, o cálculo é aproximadamente este, uma vez que consideramos o gasto médio por turista em R$ 250”, detalhou.

Para alcançar este resultado, a titular do órgão explicou que será preciso manter uma boa taxa de ocupação dos voos da rota Lisboa - Manaus. “Iniciamos com uma taxa de 90% do avião com os assentos ocupados, mas não basta lançar o voo, é preciso mantê-lo. Precisamos segurar a taxa em pelos menos 80% e garantir que no mínimo, metade dos passageiros, fique em Manaus para turismo”, salientou.