Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

  • EM DESTAQUE

  • Últimas
  • Você Repórter
  • Mundo
  • Brasil
  • Economia
  • Interior
  • Política
  • Tecnologia
  • Veículos
  • Cotidiano
  • Cultura
  • Ministério da Educação descarta aplicação de duas provas do Enem por ano

    Atual ministro da Educação é contra a aplicação de duas provas do Enem, assunto cogitado pelo então ministro da Educação, Fernando Haddad, em 2009

    O Ministério da Educação confirmou neste sábado (7) declaração do ministro José Henrique Paim de que não será criada uma segunda prova anual do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O ministro fez a afirmação em entrevista fechada que concedeu a veículos impressos após tomar posse no cargo.

    Em 2009, o então ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou a aplicação de duas provas do Enem em um mesmo ano. Em maio de 2011, uma portaria foi publicada no Diário Oficial da União definindo que, a partir de 2012, o exame teria duas edições por ano. As provas do primeiro semestre ocorreriam em abril e as do segundo, em novembro. Em fevereiro de 2012, no entanto, a portaria foi revogada.

    O sucessor de Haddad no Ministério da Educação, Aloizio Mercadante, também descartou a realização dos dois exames enquanto esteve à frente da pasta.

    Paim assumiu o cargo na última segunda-feira (3) e destacou no seu primeiro discurso o compromisso da pasta com a formação de professores e disse que continuará expandindo o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).