Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Novas delegacias em Manaus devem ser entregues em março

Sete DIPs em construção serão inaugurados entre fevereiro e março deste ano, nos bairros Aleixo, Educandos, Nossa Senhora das Graças, Parque Dez, Campos Sales, São Raimundo e Redenção

Vice-governador José Melo em vista às obras do 16º DIP, em Manaus

Vice-governador José Melo em vista às obras do 16º DIP, em Manaus (Divulgação/ Agecom)

Manaus ganha até março deste ano sete novos Distritos Integrados de Polícia (Dips). As obras em construção pelo Governo do Estado superam a marca de R$ 20 milhões em investimentos e devem aperfeiçoar o trabalho de planejamento e execução da segurança pública nas regiões da capital, afirmou o vice-governador do Amazonas, José Melo, que vistoriou nesta quarta-feira (15) a obra do 16º DIP, em construção no conjunto Morada do Sol, na Zona Centro-sul da cidade.

Os Dips abrigam o atendimento das Polícias Civil e Militar e são entregues pelo Governo Estadual com toda a mobília e equipamentos de segurança para o uso do efetivo, além de ferramentas para os serviços na área social e psicológica e espaço para monitoramento e planejamento da segurança nos bairros que fazem parte da cobertura da área. As novas unidades integram os investimentos na reestruturação da segurança pública determinada pelo governador Omar Aziz, com expansão de 17 para 30 na quantidade de Dips na capital, ampliando a cobertura em todas as zonas da cidade.

Segundo o vice-governador, o funcionamento dos novos Dips cria um cinturão de segurança na capital e contribui para dar mais efetividade ao trabalho das Polícias Civil e Militar. 

Cronograma

Pelo cronograma de execução da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), os sete DIPs em construção serão inaugurados entre fevereiro e março deste ano. O próximo a ser entregue é o 24º DIP, na avenida Lourenço da Silva Braga (Manaus Moderna) com a rua Lima Bacuri, no bairro do Educandos, zona sul de Manaus. Na zona centro-sul, além do 16º DIP, que está com 80% da obra concluída, o Governo do Estado constrói o 22º DIP, na área do antigo parque amazonense, no bairro Nossa Senhora das Graças; e o 23º DIP, no Parque Dez.

Na zona oeste da cidade, dois novos DIPs estão em construção. O 20º DIP está sendo erguido no conjunto Campos Sales e vai ser responsável pela cobertura ainda da região do Tarumã e comunidade da Carbrás. Outra obra é a do 21º DIP, na avenida Kako Caminha e que vai ser responsável pelo atendimento de bairros como a Vila da Prata, Santo Antônio, São Raimundo e Presidente Vargas. A zona centro-oeste receberá o 17º DIP, em construção no bairro da Redenção, que também irá receber estrutura para funcionar o CPA Centro-Oeste.

Para José Melo, a ampliação do número de DIPs é um legado importante para a segurança pública da capital da atual gestão do Governo do Estado. O vice-governador destacou ainda a reequipagem das forças de segurança, contratação de novos servidores, a definição de plano de cargos e salários do setor e a implantação do Ronda no Bairro em Manaus e a expansão do programa para 14 municípios. Em Humaitá, Itacoatiara e Parintins, o programa entrou em operação em dezembro de 2013. 

“Estamos implantando o Ronda no Bairro em 14 municípios, já o fizemos em três e o resultado tem sido animador. Até março, vamos inaugurar o programa nos outros municípios e teremos o Ronda no Bairro funcionando nas maiores cidades amazonenses e reduzindo, também lá, os índices de criminalidade”, frisou.

O vice-governador lembrou ainda que o Governo do Amazonas está construindo um novo Centro de Comando e Controle, com investimentos de R$ 7,5 milhões, e vai receber cerca de R$ 70 milhões em novos equipamentos de segurança com vistas a Copa do Mundo de Futebol. “Vamos ter quase R$ 70 milhões de equipamentos modernos que serão instalados no centro de comando e controle e que após a Copa vai ficar como uma herança para o Amazonas”, disse.

*Com informações da assessoria