Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Omar Aziz atribui avaliação positiva em pesquisa a resultados da sua gestão

O governador do AM aparece, em pesquisa realizada pelo CNI/Ibope, como o governador mais bem avaliado do País por seus eleitores, com popularidade superior à da presidente Dilma

Omar Aziz

O governador Omar Aziz afirmou que recebeu a pesquisa com surpresa e alegria e atribuiu boa performance ao jeito dele governar (Luiz Vasconcelos: 7/out/2012)

O governador do Amazonas Omar Aziz (PSD) é o mais bem avaliado do Brasil, com 84% de aprovação da sua forma de governar. Os dados são da pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta sexta (13). A pesquisa levantou as avaliações de todos os governadores e da administração da presidente Dilma Rousseff (PT).

Omar Aziz também lidera o ranking na avaliação da gestão entre os governadores. O porcentual de eleitores que considera o governo ótimo ou bom chega a 74%. Enquanto que 17% disseram que a administração de Aziz é regular e somente 7% a avaliaram de forma negativa. Outros 2% não responderam.

O governador figura na primeira posição quando o quesito é confiança. Nesse item, 75% das pessoas ouvidas pela pesquisa disseram confiar em Omar Aziz. O chefe do Poder Executivo do maior Estado brasileiro em extensão territorial aparece à frente de todos os governadores nas três avaliações, entre eles o governador de Pernambuco, o presidenciável Eduardo Campos (PSB).

Nos quesitos avaliados, Eduardo Campos e o governador do Acre, Tião Viana (PT), aparecem logo em seguida no ranking, mas com uma distância mínima de 8 pontos porcentuais de Omar Aziz.

Para A CRÍTICA, Omar Aziz disse ter recebido com muita surpresa e alegria o resultado da pesquisa. Ele afirma que, além das obras, um dos fatores que pode ter influenciado no resultado é a forma dele governar. “Tem que reconhecer erros e reconhecer que precisa sempre fazer mais. Isso faz com que a população compreenda, entenda, e saiba que estamos nos esforçando em fazer o melhor”, disse o governador.

Na avaliação de Aziz, as ações do seu governo tem melhorado a vida das pessoas. “Isso faz com que a população nos olhe com os olhos de quem está governando com o coração. Quando se coloca o coração na frente, com certeza se tem o carinho das pessoas. Esse resultado eu atribuo ao grande carinho que o povo tem por mim”, disse.

A pesquisa ouviu 15.414 pessoas com mais de 16 anos, nos 26 Estados e no Distrito Federal, em 727 municípios, no período de 23 de novembro a 2 de dezembro. A margem de erro da sondagem nacional é de 2% para mais ou para menos. No Amazonas, 504 pessoas foram ouvidas pelo Ibope e a margem de erro amostral é de 4%.

Saúde e educação bem avaliados
O levantamento ressalta que o Amazonas é o único Estado em que a saúde não aparece entre as três áreas de pior desempenho na avaliação dos entrevistados. Nos demais Estados, o setor figura entre os mais citados e na avaliação nacional aparece como em primeiro lugar, numa lista de 25 áreas, com 52%.

Em contato com A CRÍTICA, o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, informou que o governo usa cerca de 22% do orçamento no setor. “Muito além da previsão constitucional de 12%. É um esforço que tem dado resultado”, frisou.

A educação aparece como uma das três áreas de melhor desempenho do governo estadual com 25%. A pesquisa não informa as outras duas. “Temos obras estruturantes, um tratamento especial para a educação, principalmente para o setor que atua nessa área, professores e servidores”, ressaltou Omar Aziz.

O governador aprovou na ALE-AM este ano o Plano de Cargos Carreiras e Remuneração da Educação (PCCR) e o reajuste dos funcionários do setor.

Tráfico de drogas preocupa
O combate às drogas aparece como o a área em que a população considera que o Governo do Amazonas menos eficiente.

A questão foi tema de reportagens de A CRÍTICA do dia 24 de novembro. Segundo autoridades da segurança pública, o tráfico é o principal crime a ser combatido no Estado porque resulta em outras ações criminosas.

O secretário de Segurança Pública, coronel Paulo Roberto Vital, argumentou que esse é um problema que deve ser combatido de forma integrada entre os governos. Isso porque, segundo ele, a questão passa desde a entrada dos entorpecentes pelas fronteiras internacionais até distribuição por todo País.

Nessa direção, Omar Aziz admite que ainda existem muitos problemas na segurança, mas aponta que os investimentos no setor têm contribuído para a avaliação positiva do seu governo. “O esforço que eu tenho feito na segurança é reconhecido pela população. Tem muitos problemas ainda, mas eles sabem que a gente está se esforçando para resolver. Nós não estamos de braços cruzados”, disse.